Sornoza quer Fluminense aproveitando sequência em casa para engrenarFutebol | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Sornoza quer Fluminense aproveitando sequência em casa para engrenar

O Fluminense vai disputar em casa os próximos quatro jogos do Campeonato Brasileiro e o meia Sornoza espera que a equipe aproveite o mando de campo e o apoio da torcida para iniciar uma arrancada para se aproximar das primeiras posições na competição nacional. O jogador equatoriano disse que o time mostrou evolução nas vitórias [?]

15:15 | 28/09/2018

O Fluminense vai disputar em casa os próximos quatro jogos do Campeonato Brasileiro e o meia Sornoza espera que a equipe aproveite o mando de campo e o apoio da torcida para iniciar uma arrancada para se aproximar das primeiras posições na competição nacional.

O jogador equatoriano disse que o time mostrou evolução nas vitórias fora de casa sobre o Deportivo Cuenca, pela Copa Sul-Americana e Chapecoense, para engrenar de vez.

Para Sornoza, a equipe tricolor precisa mostrar inteligência para aproveitar as condições favoráveis, a partir do compromisso deste sábado, diante do Grêmio, no estádio Nilton Santos. ?Estamos em casa, com nossa torcida, temos que saber propor o jogo e ganhar para dar essa arrancada?, afirmou o atleta.

O elenco tricolor vai um pouco mais animado para encarar as próximas partidas. Nesta semana, a diretoria do Fluminense pagou parte dos salários atrasados para jogadores e funcionários. Isso foi possível porque o clube das Laranjeiras recebeu parte do valor devido pelo Watford que negociou o atacante Richarlison, ex-Flu, para o Everton por 45 milhões de libras (R$ 222,9 milhões), o Fluminense tem direito a 10% do lucro obtido pelo clube inglês que está pagando a dívida em três parcelas que somam R$ 17 milhões.

Para fechar uma semana de boas notícias, o Fluminense também recebeu a segunda e última parcela, devida pelo Flamengo, pela compra de Henrique Dourado no valor de 1 milhão de euros (R$ 4,6 milhões na cotação atual). Mesmo com a entrada de recursos, a diretoria ainda segue devendo os direitos de imagem e premiação ao elenco profissional, mas não existe previsão para que o débito seja liquidado.

 

Gazeta Esportiva

TAGS