PUBLICIDADE
Esportes

Fluminense fala em bom resultado em casa na Copa do Brasil

Passada a goleada de 4 a 0 sobre o Flamengo, que deixou o time em situação muito boa na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o Fluminense vira a chave e começa a pensar na terceira fase da Copa do Brasil. O confronto de ida acontecerá nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), diante do [?]

13:15 | 26/02/2018

Passada a goleada de 4 a 0 sobre o Flamengo, que deixou o time em situação muito boa na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o Fluminense vira a chave e começa a pensar na terceira fase da Copa do Brasil. O confronto de ida acontecerá nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), diante do Avaí, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). A preocupação pelo lado dos torcedores é conquistar um bom resultado em casa, uma vez que a partida de volta, prevista para o dia 15 de março, acontecerá no Estádio Ressacada, em Florianópolis (SC).

?É muito importante conquistar uma vitória em casa, pois o fator campo faz muita diferença em um torneio como a Copa do Brasil. Estamos falando de duas decisões e a segunda será em Santa Catarina. Não podemos pensar na possibilidade de um tropeço, pois senão a vaga corre risco?, disse o lateral-direito Gilberto.

O atacante Marcos Júnior concorda.

?A Copa do Brasil é uma competição importante pois leva para a Copa Libertadores, além de ser um título nacional que os torcedores gostam bastante. Uma das nossas competições mais importantes. Ganhar do Avaí não é fácil, pois senão o adversário não teria chegado até aqui no torneio. O momento é de trabalharmos no sentido de conseguir um bom resultado no primeiro jogo?, disse o atacante.

O elenco do Fluminense fez um trabalho regenerativo nesta segunda-feira e na terça-feira acontece o começo da preparação para a partida contra o Avaí, quando o técnico Abel Braga vai definir a escalação.

Fora de campo o diretor de futebol Paulo Autuori segue no mercado procurando opções para reforçar o elenco. Os bons resultados recentes, porém, tranquilizaram um pouco, permitindo mais calma na procura de nomes. A prioridade continua sendo um artilheiro, além de um zagueiro e de um meia. A ideia, porém, é que essas peças cheguem mais perto do Campeonato Brasileiro. O elenco do Estadual está fechado.

Gazeta Esportiva