PUBLICIDADE
Fluminense

Diego Cavalieri também entra na justiça para rescindir com Fluminense

O goleiro Diego Cavalieri segui os passos de Henrique e entrou na justiça contra o Fluminense em busca da rescisão de contrato com o clube. Depois de ser dispensado por telefone pela diretoria no final do ano passado, além de ficar chateado pela forma que foi tratado, Cavalieri reivindica o que o Tricolor deve a […]

13:30 | 12/01/2018

O goleiro Diego Cavalieri segui os passos de Henrique e entrou na justiça contra o Fluminense em busca da rescisão de contrato com o clube. Depois de ser dispensado por telefone pela diretoria no final do ano passado, além de ficar chateado pela forma que foi tratado, Cavalieri reivindica o que o Tricolor deve a ele.

Com seis temporadas jogadas pelo clube, o atleta de 35 anos se mostrou insatisfeito com a falta de consideração do Fluminense, mesmo com toda a história que ele construiu nas Laranjeiras – ele foi destaque na campanha do Campeonato Brasileiro de 2012. Além disso, o goleiro tinha vínculo até o final de 2019, e pede na justiça os vencimentos atrasados e os que tem que receber até o fim do seu contrato.

Acompanhado dos mesmos advogados que tiveram sucesso no caso do zagueiro Henrique, a situação dos dois atletas são baseadas na Lei Pelé, em seu artigo 31. É determinado que o clube que estiver com vencimentos (salário, direitos de imagem, premiações ou FGTS) atrasados por período igual ou superior a três meses, terá o contrato de trabalho desportivo do atleta rescindido.

Gazeta Esportiva

Recomendadas para você

Comentários