PUBLICIDADE
Esportes

Fluminense encara jogos como mandantes como decisões

Passada a derrota de 3 a 1 para o Corinthians, o Fluminense já projeta a sequência no Campeonato Brasileiro. Agora, o time terá dois jogos em casa pela frente, ambos no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). Na segunda-feira, pela 36ª rodada, o rival será a Ponte Preta, a partir das 17h(de Brasília). No fim [?]

11:45 | 17/11/2017

Passada a derrota de 3 a 1 para o Corinthians, o Fluminense já projeta a sequência no Campeonato Brasileiro. Agora, o time terá dois jogos em casa pela frente, ambos no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). Na segunda-feira, pela 36ª rodada, o rival será a Ponte Preta, a partir das 17h(de Brasília). No fim de semana seguinte, o choque é contra o Sport. Os dois rivais estão na zona de rebaixamento e, com 43 pontos, o Fluminense sabe que precisa de triunfos para afastar o risco de queda. Por isso, a ordem á tratar os choques como finais.

?Nosso pensamento é vencer os dois jogos, pois sabemos que eles vão nos dar uma pontuação segura?, disse o lateral-esquerdo Léo.

Atingir uma pontuação segura é realmente o foco do plantel. ?A nossa briga é se livrar do risco de rebaixamento e precisamos afastá-lo o mais rapidamente possível. Temos dois confrontos diretos em sequência e por isso mesmo vamos para duas finais?, disse o goleiro Diego Cavalieri.

Neste sábado o elenco do Fluminense vai treinar na parte da manhã e o técnico Abel Braga vai definir a escalação, porém, esta só deverá ser revelada minutos antes do confronto. O zagueiro Renato Chaves e o lateral-esquerdo Marlon, que cumpriram suspensão contra o Timão, voltam a ficar à disposição do elenco, podendo reaparecer, respectivamente, nas vagas de Nogueira e Leo.

Dessa maneira, o esboço de time para segunda-feira tem: Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Marlon; Marlon Freitas, Wendel, Júnior Sornoza e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior e Henrique Dourado. No próximo domingo o elenco volta a trabalhar na parte da manhã e, em seguida, começa o período de concentração para o confronto com a Ponte Preta. No primeiro turno, em Campinas (SP), os times empataram sem gols.

SALÁRIOS ATRASADOS: A diretoria do Fluminense vem trabalhando fora de campo no sentido de conseguir colocar em dias os salários do elenco nesta reta final. Porém, as dificuldades financeiras não servem de explicação para o mau desempenho em campo. Pelo menos é isso que o lateral-direito Lucas assegurou.

?Posso dizer que isso não influencia. Trabalhei em grupos que não sabem separar as coisas, mas aqui nós sabemos e isso é bom. Logicamente que é uma obrigação do clube estar com tudo em dia. Claro que temos que receber. Mas acredito que se estivessem todos os pagamentos em dia a situação seria a mesma?, disse Lucas.

As palavras do lateral parecem realmente refletir o sentimento do grupo. Apesar de conversarem entre eles sobre a situação, os atletas têm evitado reclamações que possam comprometer o rendimento do time em campo.

Gazeta Esportiva

TAGS