PUBLICIDADE
Clube de Regatas Flamengo
Noticia

Gabigol é denunciado por Ministério Público após aglomeração em cassino clandestino

Atacante do Flamengo foi denunciado por crime contra a saúde pública após ser detido pela polícia no último domingo, 14

16:12 | 19/03/2021
Atacante Gabigol em treino do Flamengo no CT Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Atacante Gabigol em treino do Flamengo no CT Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Gabigol, atacante do Flamengo, foi denunciado nessa quinta-feira pelo MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) por crime contra a saúde pública, segundo o jornal Extra. No último domingo, em São Paulo, o atacante foi detido pela polícia em um cassino clandestino com mais de 200 pessoas no local.

O jogador do Flamengo e mais 57 pessoas responderão um processo pelo crime previsto no artigo 268 do Código Penal, que fala em desrespeito da medida do poder público para evitar propagação de doenças contagiosas.

O gerente do estabelecimento e os funcionários também irão responder por realização de jogo de azar, prática proibida no Brasil. No requerimento, o MP-SP pede que Gabriel pague pelo menos 100 salários mínimos (R$ 110 mil) ao Fumcad (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente) como forma de punição.

Em entrevista à TV Globo, Gabigol disse que apenas saiu para jantar com os amigos, mas admitiu que "faltou sensibilidade". "Não tenho costume de jogar, a única coisa que eu jogo é videogame. Estava com meus amigos, a gente foi jantar. Quando estávamos indo embora, a polícia chegou mandando todo mundo ir para o chão", disse.