Cheiro de título: Dorival chega ao Flamengo com nove conquistas em 14 anosClube de Regatas do Flamengo | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Cheiro de título: Dorival chega ao Flamengo com nove conquistas em 14 anos

No meio da tarde desta sexta-feira (28), Dorival Jr. foi oficialmente anunciado como novo técnico do Flamengo. Se a queda de Barbieri se deu por conta de duas eliminações nos últimos trinta dias, a notícia para o torcedor rubro-negro é boa: Dorival coleciona nove títulos nos últimos 14 anos, sendo seis deles Estaduais, uma Copa [?]

19:15 | 28/09/2018

No meio da tarde desta sexta-feira (28), Dorival Jr. foi oficialmente anunciado como novo técnico do Flamengo. Se a queda de Barbieri se deu por conta de duas eliminações nos últimos trinta dias, a notícia para o torcedor rubro-negro é boa: Dorival coleciona nove títulos nos últimos 14 anos, sendo seis deles Estaduais, uma Copa do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e uma conquista da Série B.

O último trabalho do treinador foi no São Paulo, onde entrou em julho de 2017 para substituir o ídolo Rogério Ceni, mas acabou demitido em março de 2018. No total, foram 40 partidas, com 17 vitórias, dez empates, 13 derrotas e nenhum título conquistado.

Antes do tricolor paulista, Dorival teve sua segunda passagem pelo Santos em 2015 com a responsabilidade de tirar o time da zona da degola, o que acabou acontecendo: o Peixe terminou na 7º colocação do Brasileiro e foi vice-campeão da Copa do Brasil. Em 2016, porém, começamos a retrospectiva de títulos do comandante: contra o Audax, o Peixe sagrou-se campeão Paulista naquele ano e terminou o Campeonato Brasileiro na vice-colocação.

Em 2012, pelo Internacional, conquistou o Gauchão e, um ano antes, a Recopa Sul-Americana diante do Independiente, da Argentina. Em 2010, em sua primeira passagem pelo Santos, foi mais uma vez campeão Paulista, mas dessa vez diante do Santo André, e também da Copa do Brasil, quando derrotou o Vitória na final.

Não para por aí: em 2009 outro clube carioca contratou o treinador para uma grande missão. O Vasco estava na Série B do Brasileirão e desejava o acesso à elite do futebol, feito alcançado com antecedência. Em 2008, Dorival erguia a taça do Campeonato Paranaense sob comando do Coritiba; dois anos antes conquistava o título Pernambucano com o Sport e, em 2004, onde essa retrospectiva termina, levantou seu primeiro troféu como treinador no comando do Figueirense, no Campeonato Catarinense.

Dorival Jr encontrará pela frente um Flamengo disputando apenas o Campeonato Brasileiro há doze rodadas do fim da competição. Sua missão é manter o Rubro-Negro na zona de classificação para a Libertadores, mas, quem sabe conquistar o título, afinal, a equipe está na quarta posição, a apenas três pontos do líder. Uma matemática interessante para o técnico que busca seu décimo título na carreira.

Segunda passagem

Esta é a segunda passagem de Dorival Jr no Flamengo. A primeira delas foi em meio ao Campeonato Brasileiro de 2012, substituindo Joel Santana. No total, o aproveitamento foi de 51,3% em 37 jogos (15 vitórias, 12 empates e dez derrotas). Naquela época, Dorival entrou na Justiça do Trabalho contra o Flamengo cobrando salários atrasados e ganhou a ação, milionária.

Uma curiosidade é que o treinador acertou com o clube carioca até o final do ano, justamente quando o presidente Bandeira de Melo deixa a gestão. Quando foi contratado pela primeira vez, Melo assumiu a presidência, em 2013.

Gazeta Esportiva

TAGS