PUBLICIDADE
Esportes

Flamengo deve relacionar Júlio César para partida desta quarta

O Flamengo pode ter uma grande novidade na lista de relacionados para o duelo desta quarta-feira, às 21h45(de Brasília), contra o Boavista no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela quarta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O goleiro Júlio César deverá estar na relação pela primeira vez desde que [?]

13:15 | 05/03/2018

O Flamengo pode ter uma grande novidade na lista de relacionados para o duelo desta quarta-feira, às 21h45(de Brasília), contra o Boavista no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela quarta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O goleiro Júlio César deverá estar na relação pela primeira vez desde que retornou ao clube em janeiro deste ano.

Júlio César participou do treino desta manhã de segunda-feira, que foi regenerativo para os titulares no triunfo de 1 a 0 sobre o Botafogo no sábado. Diego Alves também treinou, sendo o único titular em campo.

A definição de Júlio César na lista de relacionados acontecerá nesta terça-feira. O técnico Paulo César Carpegiani deverá se posicionar sobre o assunto em entrevista coletiva que vai conceder após o treino.

Júlio César foi revelado nas categorias de base do Flamengo, onde permaneceu entre 1997 e 2005, conquistando títulos importantes, como a Copa Mercosul de 1999 e o Campeonato Carioca em 1999, 2000, 2001 e 2004

Foi negociado em 2005 para a Internazionale, onde virou ídolo ao participar de títulos importantes, como a Liga dos Campeões da Europa e o Mundial de Clubes da Fifa em 2010. Pasou depois por clubes como o QPR da Inglaterra e o Toronto do Canadá, mas em 2014 foi contratado pelo Benfica, onde ficou até janeiro. O retorno ao Flamengo gerou incômodo até mesmo da própria esposa, Susana Werner, que queria permanecer em Portugal.

Júlio César também defendeu a Seleção Brasileira sendo titular na Copa do Mundo de 2010, cometendo falha bizarra na derrota de 2 a 1 para a Holanda que gerou a eliminação nas quartas de final. Campeão da Copa América de 2004 e da Copa das Confederações em 2009 e em 2013, também foi titular na Copa do Mundo de 2014, inclusive na histórica goleada de 7 a 1 sofrida para a Alemanha nas semifinais.

Gazeta Esportiva

TAGS