PUBLICIDADE
Corinthians SC
NOTÍCIA

Corinthians garante primeira vitória no Brasileirão na base do abafa

A estreia com derrota na competição foi minimizada com o segundo triunfo em cima da Chapecoense em uma semana. Dessa vez, o herói foi Carlos

18:17 | 01/05/2019
Cria da base, Carlos Augusto fez o gol da vitória
Cria da base, Carlos Augusto fez o gol da vitória(Foto: Agência Corinthians)

O feriado pelo Dia do Trabalho foi honrado pelo Corinthians na tarde dessa quarta-feira. Os comandados de Fábio Carille tiveram de ralar muito na Arena de Itaquera para conquistar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro.

A estreia com derrota na competição foi minimizada com o segundo triunfo em cima da Chapecoense em uma semana. Dessa vez, o herói foi Carlos. O lateral esquerdo revelado pelas categorias de base do Timão anotou seu primeiro tento com a camisa alvinegra e garantiu o 1 a 0 no placar nessa segunda rodada do Brasileirão.

Ainda sem Henrique, Avelar, Urso e Gustagol, a equipe corintiana iniciou o confronto com a mesma escalação apresentada em Salvador, diante do Bahia. O resultado foi trágico.

A Chapecoense, que nunca venceu na Zona Leste Paulistana, deixou clara sua intenção em arrancar um empate e se limitou a defender durante toda a etapa inicial. O Corinthians, por outro lado, não sabia o que fazer com a bola.

Nada chamava mais atenção do que a lentidão e falta de concentração dos times em campo e o intervalo foi quase um alívio para quem ainda tinha expectativa de que algo pudesse ser corrigido nos vestiários.

Dito e feito. Se os catarinenses optaram por manter a postura, Carille se convenceu de que precisava ousar. Então, Love substituiu Ramiro. A consequência foi imediata. Os donos da casa inflamaram o estádio com uma pressão forte, de lado a lado, com a base de muitos cruzamentos e com rápida recuperação da posse da bola.

O prêmio pela atitude ofensiva veio aos nove minutos. Clayson arriscou depois de sobra na entrada da área, a bola desviou e o goleiro Tiepo salvou com os pés, mas Carlos se cuidou com a linha de impedimento adversário e, de cabeça, no peixinho, mandou para as redes.

Ney Franco usou suas três substituições e nem assim conseguiu fazer com que a Chapecoense reagisse dentro da Arena. Carille promoveu a estreia do atacante Janderson e também apostou em Mateus Vital nas vagas de Pedrinho e Clayson, respectivamente.

O jogo, porém, caiu de ritmo na segunda metade da etapa final e, fora uma ameaça ou outra, nada que assustasse Cássio e Tiepo, restou aguardar o fim do jogo. Para os corintianos, festa pelos três pontos garantidos dentro de casa.

Agora, os atuais campeões paulistas encaram o Vasco, em Manaus, no sábado. A Chape, por outro lado, recebe o Athletico no domingo, em Santa Catarina.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 X 0 CHAPECOENSE

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data: 01 de maio de 2019, quarta-feira

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer e Ricardo Junio de Souza (ambos de MG)

VAR: Bruno Arleu de Araujo (RJ)

Cartões amarelos: Manoel, Vagner Love (COR)

Público: 30.442 pagantes / 30.668 total.

Renda: R$ 1.551.364,50

GOL:

Corinthians: Carlos, aos 9 minutos do 2T.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Pedro Henrique e Carlos; Ralf e Ramiro (Vagner Love); Pedrinho (Janderson), Sornoza e Clayson (Vital); Boselli

Treinador: Fábio Carille

CHAPECOENSE: Tiepo; Eduardo (Perotti), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Tharlis (Aylon), Campanharo e Alan Ruschel (Renato); Régis e Everaldo

Treinador: Ney Franco

Gazeta Esportiva

O Povo