PUBLICIDADE
Esportes

Corinthians confia que Arana só joga pelo clube em caso de volta ao Brasil

O Corinthians mostrou confiança na tarde desta terça-feira que, em caso de retorno do lateral esquerdo Guilherme Arana para o futebol brasileiro, ele só vestiria a camisa do clube onde foi revelado. As palavras são do próprio presidente alvinegro, Andrés Sanchez, que não considerou as tratativas avançadas com o Sevilla. Para ele, o Timão está [?]

17:45 | 22/01/2019

O Corinthians mostrou confiança na tarde desta terça-feira que, em caso de retorno do lateral esquerdo Guilherme Arana para o futebol brasileiro, ele só vestiria a camisa do clube onde foi revelado. As palavras são do próprio presidente alvinegro, Andrés Sanchez, que não considerou as tratativas avançadas com o Sevilla. Para ele, o Timão está em compasso de espera enquanto os espanhóis definem o futuro do atleta.

?Começamos a negociar por empréstimo, infelizmente apareceram outros times querendo comprar. Paramos, mas agora voltamos?. avaliou Andrés, citando indiretamente o interesse do Flamengo na aquisição do atleta. A ideia de que Arana só pensa no Parque São Jorge, porém, segue firme.

?Não é fácil, um jogador de 21 anos, todo mundo sabe que tem pelo menos mais uma venda aí. Mas, se vier para o Brasil, vem para o Corinthians?, assegurou Andrés. A princípio, a concorrência do futebol europeu segue até o dia 31 de janeiro, quando se encerra a janela de transferências para clubes daquele continente. Até lá, Sevilla e os representantes de Arana tentarão encontrar clubes de alto escalão na Europa.

O Corinthians, porém, segue otimista que conseguirá repatriar o jogador revelado em suas categorias de base. Mas, as negociações não serão simples, tampouco estão próximos de um desfecho.

O fato complicador que os dirigentes corintianos terão de superar diz respeito a maneira como os cartolas gringos estão negociando.

Um representante do grupo que gerencia a carreira de Guilherme Arana está na cidade de Sevilla intermediando as conversas. O Timão segue vivo na briga e conta com sua ligação umbilical com o jogador para ter sucesso ao fim de tudo.

Gazeta Esportiva

TAGS