PUBLICIDADE
Corinthians SC

Clayson é xingado por funcionário da Latam e esposa acusa clubismo

Partindo para suas férias, o atacante Clayson, do Corinthians, passou por uma dor de cabeça na última terça-feira à noite, antes de embarcar para Natal, no Rio Grande do Norte, junto de sua família. Sua esposa, Amabile Araújo, registrou todo o constrangimento em vídeo, gravado no guichê da Latam Airlines, onde a confusão aconteceu. %u201CNunca [%u2026]

10:00 | 05/12/2018

Partindo para suas férias, o atacante Clayson, do Corinthians, passou por uma dor de cabeça na última terça-feira à noite, antes de embarcar para Natal, no Rio Grande do Norte, junto de sua família. Sua esposa, Amabile Araújo, registrou todo o constrangimento em vídeo, gravado no guichê da Latam Airlines, onde a confusão aconteceu.

“Nunca na minha vida passei por um constrangimento e falta de respeito tão grande com a minha família inteira por conta de um clubismo de um funcionário da companhia aérea Latam Airlines”, escreveu ela em suas redes sociais.

A esposa do jogador relatou que eles chegaram ao guichê da empresa às 20h (de Brasília) para um voo marcado às 21h. A atendente teria conferido as passagens e, quando restava apenas a sua própria, o embarque foi fechado. Um funcionário, que aparece nas imagens gravadas por ela xingando Clayson, reconheceu o atleta do Corinthians e alegou que ele teria que ir em outro avião.

Ainda segundo Amabile Araújo, durante a conversa, o funcionário da companhia aérea teria dito para ele “abaixar a bola”, além de outros xingamentos. “O profissional virou as costas e disse que não íamos embarcar, era 20h25 e nosso voo era somente às 21h. Se isso não é clubismo, eu não sei o que é. Uma família, seja de jogador ou de qualquer profissão, merece ser respeitada por qualquer profissional que esteja exercendo sua função”.

Ela ainda relatou que, junto deles, estavam sua filha, sua avó, a qual faria sua primeira viagem de avião, seu irmão e o filho dele.”Atrás de um jogador de futebol existe um ser humano que tem família, que trabalha como qualquer outro para sustentar sua casa, é futebol mas é trabalho. Nossa família merece respeito, independente de cor, raça, religião, time. Nós merecemos um atendimento limpo!”, finalizou.

Respondendo ao contato da Gazeta Esportiva, a Latam Airlines emitiu uma nota na qual expressa seu posicionamento sobre o ocorrido. Confira abaixo:

A LATAM Airlines Brasil reforça que repudia veementemente qualquer tipo de ofensa e qualquer comportamento que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa. 

A empresa esclarece que seus colaboradores são capacitados para manter a calma e prestar o melhor atendimento aos nossos passageiros e lamentamos que isso não tenha ocorrido na ocasião. 

A companhia tomou as medidas cabíveis ao caso, com o desligamento do funcionário, uma vez que seu comportamento contrariou as normas de conduta da companhia e a maneira que a empresa preza pelo atendimento de seus clientes.


Gazeta Esportiva

Recomendadas para você

Comentários