?Tiozinho?, Sheik se despede e diz que ainda não sabe o que fazer pós-CorinthiansSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


?Tiozinho?, Sheik se despede e diz que ainda não sabe o que fazer pós-Corinthians

O atacante Emerson Sheik fez na manhã desta sexta-feira o seu último ato como jogador profissional de futebol. Com direito a leve trabalho na academia, quadro recebido em homenagem pela sua passagem pelo Corinthians e uma animada entrevista coletiva, o jogador, suspenso do jogo contra o Grêmio, no domingo, explicou que já planejava parar desde [?]

12:15 | 30/11/2018

O atacante Emerson Sheik fez na manhã desta sexta-feira o seu último ato como jogador profissional de futebol. Com direito a leve trabalho na academia, quadro recebido em homenagem pela sua passagem pelo Corinthians e uma animada entrevista coletiva, o jogador, suspenso do jogo contra o Grêmio, no domingo, explicou que já planejava parar desde o ano passado e, como um ?tiozinho?, ia passar a se dedicar ao pós-carreira no começo do ano que vem. Negou, porém, que já saiba o que vai fazer.

?Eu estou saindo e o balanço é muito positivo. Agora, uma vez anunciada a aposentadoria, consigo fazer uma reflexão e o sentimento que fica é de dever cumprido. Pude honrar as camisas dos clubes onde passei, assim como fiz aqui?, avaliou o camisa 11, de 40 anos, que conviveu com diversos jogadores que tinham metade (até menos) da sua idade neste temporada.

?É uma felicidade imensa. Consegui levar alegria e felicidade a milhares de corações. Estou super tranquilo, estou feliz. Estou de boa, como dizem os jovens. Agora eu sou um tiozinho (risos)?, continuou o camisa 11, dono de 196 jogos e 28 gols com a cmaisa do Timão, clube que defendeu em 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2018, com um hiato de um ano na primeira passagem.

Depois de indicar no último final de semana que continuaria no Alvinegro ao final do ano para assumir algum cargo, Sheik desconversou nesta sexta-feira e afirmou que ainda não tem nada acertado com o Corinthians. De acordo com o atleta, existem outros convites e ele ainda precisa parar para decidir o que fazer pós-carreira.

?Na verdade, ainda não tem absolutamente nada. Nada ainda. Eu já manifestei inúmeras vezes o carinho, amor, sentimento de gratidão pelo que o Corinthians fez por mim. Foi uma honra vestir essa camisa por tanto tempo. Agora o que eu sei é que vou para casa ficar com os meninos (Sheik tem dois filhos). Se, por ventura, esse convite surgir de maneira oficial, mais uma vez vai ser uma honra. Não sei nem se sou merecedor disso?, explicou o atleta, avaliando suas polêmicas na carreira com a promessa de extingui-las.

?Falando da minha vida particular, algumas situações que aconteceram na minha vida não descrevem exatamente quem eu sou. É muito difícil falar de arrependimento, mas teve muitas coisas que aconteceram comigo que eu me arrependo. Que não sou eu, verdadeiramente. Ponto final, acabou, não vai acontecer nunca mais. Não me fazia bem na época, nunca fez bem para a minha família, a cobrança era absurda. Minha família sofreu, minha mãe. Foi momento. Passou e não vai acontecer mais?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS