Cássio lamenta fim de ano ruim, mas avisa: ?Não somos os piores?Sport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Cássio lamenta fim de ano ruim, mas avisa: ?Não somos os piores?

O goleiro Cássio reconheceu que o final de ano do Corinthians, coroado diante da torcida com um melancólico empate sem gols com a Chapecoense, no último domingo, está longe do que projetaram os alvinegros após o título do Campeonato Brasileiro em 2017. Para o arqueiro, no entanto, ainda que não seja mais o melhor time [?]

23:15 | 26/11/2018

O goleiro Cássio reconheceu que o final de ano do Corinthians, coroado diante da torcida com um melancólico empate sem gols com a Chapecoense, no último domingo, está longe do que projetaram os alvinegros após o título do Campeonato Brasileiro em 2017. Para o arqueiro, no entanto, ainda que não seja mais o melhor time do país, o Alvinegro poderia ter uma campanha bem acima da apresentada.

?Triste não sair da nossa arena com uma vitoria para a nossa torcida, que esteve com a gente em momentos bons e ruins, não importava o que acontecesse. Uma situação muito diferente para o nosso clube, que não é o melhor elenco do campeonato, mas também não é o pior?, avaliou o camisa 12.

Com a igualdade frente aos catarinenses, o Timão conseguiu sepultar de vez qualquer risco de rebaixamento à Série B da competição. Um objetivo muito pequeno para quem entrou na temporada vislumbrando uma conquista da Copa Libertadores da América.

Ainda assim, o Alvinegro teve a seu favor o título do Campeonato Paulista, conquistado dentro do Allianz Parque, contra o Palmeiras, e a chegada à final da Copa do Brasil, sendo derrotado pelo Cruzeiro em jogo polêmico. Agora, no entanto, Cássio considera que seja o momento de deixar para trás esses problemas.

?Queríamos ter conseguido uma classificação maior, temos que tirar coisas positivas desse ano e pensar no próximo?, concluiu o camisa 12, vislumbrando o jogo contra o Grêmio, no domingo, em Porto Alegre. Caso derrote os gaúchos, o Timão vai assegurar uma vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

Gazeta Esportiva

TAGS