Bilu celebra estreia no Corinthians e lembra origens: ?A favela venceu?Sport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Bilu celebra estreia no Corinthians e lembra origens: ?A favela venceu?

O atacante Rafael Bilu fez na noite do último domingo a sua estreia como jogador profissional do Corinthians. Destaque da equipe sub-20 e elogiado anteriormente pelo técnico Jair Ventura, ele pôde atuar por cerca de 15 minutos no empate por 0 a 0 com a Chapecoense, na Arena, e, apesar do resultado pouco animador, não [?]

07:15 | 26/11/2018

O atacante Rafael Bilu fez na noite do último domingo a sua estreia como jogador profissional do Corinthians. Destaque da equipe sub-20 e elogiado anteriormente pelo técnico Jair Ventura, ele pôde atuar por cerca de 15 minutos no empate por 0 a 0 com a Chapecoense, na Arena, e, apesar do resultado pouco animador, não escondeu a felicidade pelo marco na carreira.

â??Primeiramente quero agradecer a Deus a minha família e aos meus empresários e a toda torcida corinthiana nesse momento único na minha vida. Sou muito grato por tudo que vem acontecendo na minha vidaâ?, disse o atleta em uma foto postada no seu Instagram.

No clube desde o sub-13, ele reconheceu que o empate sem gols não era exatamente o placar que ele mais imaginava quando vislumbrava sua presença em campo. Paulistano do Capão Redondo, bairro da zona sul da capital, ele relembrou as origens ao comemorar o feito.

â??Infelizmente não conseguimos a vitória, mas ainda temos o último jogo pra fechar o ano bem. Tenho certeza que ainda vou da muita alegria para a torcida corintiana. A FAVELA VENCEU ! CRIA DO CAPÃ?Oâ?, continuou o jovem de 19 anos.

O atacante, que disputou a Copa São Paulo deste ano e vinha sendo relacionado por Jair no último mês ao lado de Fessin, outro ponta da equipe sub-20, deve receber mais uma oportunidade na partida contra o Grêmio, no próximo domingo, em Porto Alegre.

Com 44 pontos conquistados o Alvinegro ainda briga para confirmar uma vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem, mas já se livrou do rebaixamento à segunda divisão. Com isso, é provável que atletas pouco aproveitados na temporada recebam uma chance de jogar.

Gazeta Esportiva

TAGS