Gols de Roger são poucos, mas fundamentais para o CorinthiansSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Gols de Roger são poucos, mas fundamentais para o Corinthians

Roger chegou ao Corinthians com a árdua missão de suprir a ausência de Jô. A desconfiança de boa parte dos corintianos à época se justificou com o passar do tempo. Diferente de seu antecessor, Roger não conseguiu se firmar entre os titulares, tampouco assumir a responsabilidade de ser o homem-gol do Timão. Há seis meses [?]

07:15 | 23/10/2018

Roger chegou ao Corinthians com a árdua missão de suprir a ausência de Jô. A desconfiança de boa parte dos corintianos à época se justificou com o passar do tempo. Diferente de seu antecessor, Roger não conseguiu se firmar entre os titulares, tampouco assumir a responsabilidade de ser o homem-gol do Timão.

Há seis meses no clube do Parque São Jorge, o ex-jogador de Botafogo e Internacional tem apenas cinco gols na sua conta e 19 atuações. É pouco. Obviamente, os torcedores e a própria diretoria esperavam mais do camisa 9.

Apesar da pressão e das críticas, também é verdade que os gols de Roger, apesar de raros, têm sido fundamentais para o alvinegro. Com exceção ao tento anotado na derrota para o Ceará, os outros quatro gols do centroavante serviram para o clube pontuar.

O primeiro gol de Roger foi marcado no empate por 1 a 1 com o Sport Recife, fora de casa. O placar se repetiu no clássico contra o Santos, de novo com gol do experiente jogador. Roger ainda foi o responsável pelo gol que não deu a classificação, mas garantiu a vitória sobre o Colo-Colo, na Libertadores. E, no último domingo, Roger tinha tudo para ser o herói corintiano ao marcar o gol da virada sobre o Vitória, não fosse o empate arrancado pelos baianos aos 47 minutos do segundo tempo.

Leia também:

Empresário de Pedrinho chama Neto de ?gordo ridículo? e acusa ex-meia de assédio

Corinthians tem parte da premiação da Copa do Brasil bloqueada

Corinthians contrata promessa e impõe multa de R$ 86 milhões

O ranking de artilharia do Corinthians na temporada tem Jadson na ponta, com 15 gols. Romero, que não vai ás redes desde 29 de julho, tem 12 gols, uma a mais que Rodriguinho, já negociado. Roger, com seus importantes cinco gols, vem logo atrás.

Contra o Bahia, sábado, às 19h, na Arena Corinthians, Roger não poderá ajudar Jair Ventura, assim como Clayson, por causa do cartão amarelo recebido em Salvador. Jonathas é opção, mas a tendência é que o técnico corintiano aposte em uma escalação sem um jogador de referência na frente.

 

Gazeta Esportiva

TAGS