Em 2007, campanha do Corinthians era melhor do que a atual no BrasileiroSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Em 2007, campanha do Corinthians era melhor do que a atual no Brasileiro

O Corinthians não conseguiu afastar o perigo de rebaixamento no final de semana ao levar o empate do Vitória já nos acréscimos da partida disputada no Barradão. Com 36 pontos conquistados, o Alvinegro aumentou discretamente a vantagem para o Ceará, primeiro time da zona de rebaixamento, estacionado nos 31, mas voltou a ter uma campanha [?]

08:15 | 23/10/2018

O Corinthians não conseguiu afastar o perigo de rebaixamento no final de semana ao levar o empate do Vitória já nos acréscimos da partida disputada no Barradão. Com 36 pontos conquistados, o Alvinegro aumentou discretamente a vantagem para o Ceará, primeiro time da zona de rebaixamento, estacionado nos 31, mas voltou a ter uma campanha pior, em números, do que a realizada em 2007, ano da queda para a Série B do Brasileiro.

Nessa mesma rodada, 11 anos atrás, o time de Nelsinho Baptista derrotou o rival São Paulo, então líder isolado da competição, no jogo marcado pelo gol do zagueiro Betão. Com o tento, marcado já na parte final daquele Majestoso, o Timão alcançou os 37 pontos. A diferença, porém, é que a pontuação deixava a equipe na 17ª posição, primeira do Z4, perdendo nos critérios de desempate para o Atlético-MG.

Procurado pela reportagem para comentar a atual situação do Timão, clube que o revelou, Betão agradeceu a Gazeta Esportiva, mas não quis expor seu ponto de vista. Para o atleta, sua imagem sempre fica ligada ao período da queda e não ao dos títulos que conquistou, como o Brasileiro de 2005. ?Já se passaram 11 anos, meu momento é outro agora?, disse o defensor, atualmente no Avaí, clube que briga para voltar à Série A.

Como o cenário da tabela mostra, o problema para o Timão naquela temporada se deu pelo bom desempenho dos rivais diretos na briga pelo descenso. Diferentemente desse ano, os times adversários na parte de baixo da classificação pontuaram bem mais. O Galo, por exemplo, arrancou nas últimas rodadas e fechou o torneio com 55 pontos. O próprio Alvinegro fez 44, ficando um abaixo do Goiás, primeiro time salvo.

Para evitar essa decepção, o clube do Parque São Jorge trata o duelo contra o Bahia, dentro da Arena Corinthians, como fundamental. Totalmente focado no Brasileiro, algo que não ocorria devido à participação na Copa do Brasil, a equipe espera derrotar o adversário direto dentro dos seus domínios para ganhar moral na reta final.

Além dos baianos, que vêm em boa fase, o Timão ainda encara até o fim do torneio outros três times que brigam contra si: Botafogo, Vasco e Chapecoense, sendo os dois últimos como mandante. É nesses duelos que a comissão técnica acredita estar a chave para as comparações com 2007 ficarem apenas em números e efemérides, sem semelhanças concretas ao final do Brasileiro.

Gazeta Esportiva

TAGS