Loss diz que Araos será volante só em time ?muito ofensivo?Sport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Loss diz que Araos será volante só em time ?muito ofensivo?

Araos não rendeu em outra chance como meia

09:15 | 03/09/2018

O técnico Osmar Loss resolveu dar ao chileno Ángelo Araos a chance de iniciar outra partida como titular no último sábado, no empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, na Arena Corinthians, assim como fizera frente o Grêmi, no mesmo local. Apostando na capacidade do jogador como meia ofensivo, ele deixou claro que só vai enxergá-lo como concorrente na função de segundo volante quando precisar de um time que ataque mais.

?Eu falei desde a chegada dele. O Araos é um meia que chega na área, finaliza, e pode ser usado como segundo volante quando quisermos tornar o time muito ofensivo?, disse o comandante, enfatizando o muito na hora de descrever o atleta. ?É um meia de infiltração, não de organização?, continuou, concordando que, na única vez em que atuou como volante, Araos fez seu melhor jogo pelo clube, contra a Chape, na Arena Condá.

?São situações em que a gente tem que escolher um caminho. Eu escolhi colocá-lo junto com o Vital contra a Chape porque o time deles jogava muito por fora, deixando aquele espaço do meio mais aberto. Já o Atlético-MG, não, era um time que construía mais pelo meio. Por isso precisávamos de jogadores que cumprissem mais esses espaços?, observou Loss.

Frente ao Galo, Araos não conseguiu ter grande impacto na organização ofensiva da equipe. Perdeu seis bolas e conseguiu vencer apenas três dos 15 duelos mano a mano contra um adversário, causando até certa irritação da torcida em alguns momentos. Para Loss, isso será comum até o chileno se ambientar ao clube.

?O Araos está passando por um processo acelerado de adaptar o que a gente tem pedido para ele. Estamos pedindo para ele se projetar atrás dos volantes e quebrar uma linha. Acredito que ele se intranquilizou ao errar um ou dois lances, coisa normal também?, observou o treinador, conhecido por bons trabalhos nas categorias inferiores do clube.

O discurso de Loss aparece em um momento no qual o Timão sofre para achar um substituto a Douglas, único segundo volante do elenco atual. Renê Júnior, que passou por cirurgia no joelho esquerdo, só volta a jogar em 2019. Frente aos atleticanos, mais uma vez, a opção foi escalar dois nomes marcadores, como Ralf e Gabriel.

Gazeta Esportiva

TAGS