PUBLICIDADE
Esportes

Roger admite que queimou etapas no Inter e quer ser opção para Carille

O atacante Roger jogou apenas duas partidas como titular com a camisa do Corinthians, mas, pelo seu posicionamento, mesmo que com pouco tempo, um gol traz confiança e tranquilidade. Foi o que aconteceu na tarde do último domingo, diante do Sport, quando abriu o placar na Ilha do Retiro e fez seu primeiro tento com [?]

17:00 | 21/05/2018

O atacante Roger jogou apenas duas partidas como titular com a camisa do Corinthians, mas, pelo seu posicionamento, mesmo que com pouco tempo, um gol traz confiança e tranquilidade. Foi o que aconteceu na tarde do último domingo, diante do Sport, quando abriu o placar na Ilha do Retiro e fez seu primeiro tento com a camisa alvinegra. Nesta segunda-feira, além de comentar a atuação, o jogador também afirmou ter queimado algumas etapas no Internacional, clube onde esteve antes da chegada ao Parque São Jorge, e que ele deseja ser uma opção para o técnico Fábio Carille.

?Não falei isso desde minha saída do Internacional, mas a verdade é que eu queimei algumas etapas. O meu médico pediu de três a quatro meses para treinar, me alimentar melhor, mas acabou a pré-temporada, fiz uns bons jogos-treinos e resolvemos estrear. Foi um grande erro meu. Quanto ao Inter, eles me deram total liberdade para que estreasse ou não?, disse o atacante em entrevista ao SporTV nesta segunda-feira.

Não podendo atuar pelo time na fase de grupos da Libertadores, a expectativa é que ele seja colocado na lista para a próxima fase, mesmo que o esquema tático do Corinthians não conte, na maioria das vezes, com um centroavante de origem.

?Não jogar a Libertadores está fazendo bem para mim, porque no domingo eu tenho a oportunidade de estar com o grupo e, durante a semana, faço treinos, isso evolui. Acho que hoje estou no nível do grupo. A falta de um camisa 9 (após a saída do Jô) trouxe uma ideia nova ao Carille e deu encaixe com o Rodriguinho, Jadson, às vezes com o Romero por dentro. Agora, eu acho que tenho que fazer o meu trabalho. Nas oportunidades que tiver, tentar fazer gols e ajudar a equipe a vencer, mostrar para o Carille que ele tem mais uma opção. Também estou me adaptando, não adianta ficar plantado na área. É gostosa essa liberdade que o técnico nos dá?, relatou.

Em relação à partida diante do Sport, Roger acredita que tenha feito uma boa partida. ?Foi um bom jogo, tivemos chances de vencer a partida, com todo mérito ao Sport, que vem fazendo um bom trabalho sob comando do Claudinei. Estou feliz pelo gol. É o primeiro e espero que sejam muitos?, completou o atacante.

 

Confira mais novidades do futebol paulista desta segunda-feira:

Gazeta Esportiva

TAGS