PUBLICIDADE
Esportes

Maycon admite que é ?diferente? jogar em meio a expectativa por sair

O volante Maycon segue firme na sua posição de negar que tenha acertado sua saída para o Shakhtar Donetsk-UCR, vista como certa por pessoas ligadas à diretoria do clube, mas deixou claro que algumas coisas mudaram na sua rotina desde a procura dos europeus. Simpático ao tratar do tema após o treinamento do Corinthians, na [?]

18:15 | 08/05/2018

O volante Maycon segue firme na sua posição de negar que tenha acertado sua saída para o Shakhtar Donetsk-UCR, vista como certa por pessoas ligadas à diretoria do clube, mas deixou claro que algumas coisas mudaram na sua rotina desde a procura dos europeus. Simpático ao tratar do tema após o treinamento do Corinthians, na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, o meio-campista disse ser ?diferente? jogar com a negociação em curso.

?Não dá para garantir ainda, não tem nada certo. Claro que tem uma transação, mas nada certo. É diferente, não tem como fugir disso. Me sinto privilegiado de estar honrando a camisa e ter uma visibilidade lá fora, tudo ao mesmo tempo. Depois da parada da Copa do Mundo eu vou pensar nisso ai?, comentou o canhoto, que deve rumar para a Ucrânia após a disputa da Copa, na Rússia.

Até lá, porém, ele quer deixar o Alvinegro em uma situação mais confortável do que a atual. Com uma eliminatória de oitavas de final da Copa do Brasil pela frente, nesta quinta, contra o Vitória, na Arena, além de disputas pelo Brasileiro e a Libertadores da América, o atleta espera que o elenco se reerga após a série de quatro jogos sem vencer.

?A gente se cobra bastante por esses resultados, nos incomoda bastante, poucas vezes a gente passou por esses jogos sem vencer desde que o Carille assumiu?, avaliou Maycon, lembrando que, antes do jogo de ida contra o Vitória, na Bahia, o cenário parecia bem mais tranquilo.

?Futebol é muito inconstante, dinâmico, temos de estar ligados jogo após jogo. A Copa do Brasil é muito importante, temos de passar pelo vitória para retomar a nossa confiança?, observou o corintiano. Para ele, todos sabem o que precisa ser melhorado para superar o Rubro-Negro.

?Tudo que a gente entrou faltando, um pouco de desatenção, certo relaxamento, não sabemos por que, mas aconteceu. São pequenos detalhes. Tem que parar de tomar gol cedo, atrapalha o procedimento e o trabalho?, concluiu o corintiano, provável titular da equipe na quinta.

Por ter empatado por 0 a 0 no jogo de ida, o Alvinegro precisa de uma vitória simples para se classificar no tempo normal. Nova igualdade leva a decisão para os pênaltis, enquanto um triunfo dos baianos elimina o Timão já na primeira eliminatória que a equipe disputou na atual edição da competição.

Sem poder contar com Fagner (estiramento na coxa direita), Ralf (luxação no ombro esquerdo), Renê Júnior (lesão no joelho direito) e Clayson (lesão no joelho direito), Carille deve levar a campo uma equipe com Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Jadson, Rodriguinho e Mateus Vital.

Gazeta Esportiva

TAGS