PUBLICIDADE
Esportes

Corinthians volta a vencer uma final nos pênaltis desde 2000

O torcedor corintiano tem motivos para relembrar a conquista do Mundial de Clubes em 2000 após o título do Campeonato Paulista deste ano. Isso porque, depois de 18 anos, o clube do Parque São Jorge voltou a garantir um troféu na disputa de penalidades máximas. A última e única vez que isso havia acontecido tinha [?]

08:15 | 10/04/2018

O torcedor corintiano tem motivos para relembrar a conquista do Mundial de Clubes em 2000 após o título do Campeonato Paulista deste ano. Isso porque, depois de 18 anos, o clube do Parque São Jorge voltou a garantir um troféu na disputa de penalidades máximas. A última e única vez que isso havia acontecido tinha sido justamente na final do torneio da Fifa, contra o Vasco.

Na ocasião, Rincón, Fernando Baiano, Luizão e Edu converteram para o Corinthians, enquanto Marcelinho Carioca desperdiçou sua cobrança. Pelo lado do Cruzmaltino, Romário, Alex Oliveira e Viola marcaram, mas os erros de Gilberto e Edmundo garantiram o título mundial para o Timão: 4 a 3.

Contra o Palmeiras, em pleno Allianz Parque, os comandados de Fábio Carille devolveram o placar de 1 a 0 da primeira partida e levaram a decisão para os pênaltis.

O ídolo Danilo, além de Romero, Lucca e Maycon acertaram o gol de Jailson para garantir a conquista do Estadual ao Corinthians. O Verdão perdeu após dois chutes defendidos por Cássio, de Dudu e Lucas Lima. Victor Luis, Marcos Rocha e Moisés converteram suas cobranças para o alviverde.

Essa foi a primeira final de Campeonato Paulista que envolvia Corinthians e Palmeiras desde 1999. No dia 20 de junho daquele ano, o Verdão entrou em campo para reverter o marcador do primeiro duelo: 3 a 0 para o clube do Parque São Jorge.

Quando o placar anotava 2 a 2, Edilson fez embaixadinhas no Morumbi e iniciou uma confusão generalizada. O árbitro Paulo César de Oliveira encerrou o jogo e, pelo marcador no confronto de ida, o time alvinegro acabou com a taça.

Gazeta Esportiva

TAGS