PUBLICIDADE
Esportes

Pedrinho brinca sobre ?porradas? na Libertadores: ?Faz parte do jogo?

Entradas duras dos adversários não intimidam Pedrinho na Libertadores

01:45 | 15/03/2018

O meia Pedrinho foi o último atleta acionado pelo técnico Fábio Carille na noite desta quarta-feira, durante a vitória por 2 a 0 sobre o Deportivo Lara-VEN, no estádio de Itaquera, e não se intimidou com a mística do jogo físico da Copa Libertadores. Com espaço por causa da vantagem corintiana no placar, ele tentou alguns dribles, arriscou uma ?pedalada? e disse que não teve medo de levar alguma entrada mais forte de um adversário.

?Ah, acho que não. Isso aí faz parte do jogo, independente do campeonato a gente tem que entrar com nosso estilo de jogo. Se for porrada ou não, que a gente possa continuar mostrando o nosso futebol?, disse o atleta, que entrou nos últimos três jogos da equipe e se destacou no final de semana, dando belo lançamento para o gol marcado por Gabriel, contra o Botafogo-SP.

Antes, porém, ele vinha sendo pouco aproveitado e demorou a ter novas oportunidades, tanto que fez sua estreia pelo Timão na competição continental. Bastante aplaudido pela torcida, ele explicou um pouco da emoção de defender a equipe no torneio mais importante da América do Sul.

?Fiquei feliz por ter estreado em uma competição tão importante, ainda mais em casa. O tempo que a gente entra, a gente tenta fazer alguma coisa diferente para aproveitar os minutos em campo?, avaliou o armador, cada vez mais bem preparado fisicamente depois de sofrer com um princípio de anemia ocasionado por uma cirurgia realizada ainda em agosto do ano passado, para a retirada das amígdalas.

Cobrado publicamente pelo técnico Fábio Carille para ter uma alimentação melhor caso quisesse aguentar o ritmo do futebol profissional, ele disse que tem se cuidado melhor para brigar por uma vaga na equipe. ?Está tranquilo, ele me deixou bem à vontade, mas com responsabilidade de poder estar se alimentando na hora certa e no momento certo para poder entrar e estar jogando também?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS