PUBLICIDADE
Esportes

Fábio Carille explica mudança de esquema no Corinthians

Depois de começar a temporada utilizando o 4-1-4-1, Fábio Carille alterou a forma de atuar do Corinthians e passou a utilizar um falso 9 a partir da partida contra o Palmeiras. Durante o Mesa Redonda, programa da TV Gazeta, o treinador do Timão explicou como foi que ele teve a ideia de mudar a formação [?]

08:45 | 05/03/2018

Depois de começar a temporada utilizando o 4-1-4-1, Fábio Carille alterou a forma de atuar do Corinthians e passou a utilizar um falso 9 a partir da partida contra o Palmeiras. Durante o Mesa Redonda, programa da TV Gazeta, o treinador do Timão explicou como foi que ele teve a ideia de mudar a formação de sua equipe.

?Primeiro começamos no 4-1-4-1 e a resposta na Flórida foi muito boa. Maravilhoso o que aconteceu. No Paulista, o resultado vinha, mas o resultado não estava legal. Daí sentei com a comissão, passei as ideias, o que estava pensando, a liberdade (que queria dar para os jogadores), como teríamos que marcar e como seria o treino. Dificilmente eu passo isso para o jogador. Você tem que chegar e definir a ideia e colocar no trabalho?, explicou.

?Não é uma novidade no Corinthians, vencemos a Libertadores assim. Levamos isso para o treino e a resposta contra o Palmeiras me encheu os olhos. Acho que tudo são etapas, primeira a consistência defensiva e depois ir soltando o time. Contra o Palmeiras jogamos atrás da bola e hoje soltamos mais?.

Fábio Carille também destacou que a comissão técnica não participa apenas do treino e que o trabalho vai muito além do que as pessoas veem. ?O treino começa 16 horas e eu chego às 8 horas e começo a ver vídeos, para ver como era em 2012 e conversa com o Alessandro que participou (da conquista da Libertadores que usava o falso 9). A cabeça não parada. O pessoal acha que o futebol é só o jogo e o treino é a tarde, mas a comissão passa dez, doze horas no CT?.

Gazeta Esportiva

TAGS