PUBLICIDADE
Esportes

Andrés vê escassez de centroavantes como problema do futebol brasileiro

Andrés Sanchez continua à procura de um centroavante para reforçar o elenco do Corinthians. Com dificuldades para encontrar um bom (e acessível) nome no mercado, o presidente corintiano passou a identificar a escassez de jogadores da posição como um problema do futebol nacional. ?Estamos procurando, mas todo o mundo sabe que está difícil. É uma [?]

00:45 | 23/03/2018

Andrés Sanchez continua à procura de um centroavante para reforçar o elenco do Corinthians. Com dificuldades para encontrar um bom (e acessível) nome no mercado, o presidente corintiano passou a identificar a escassez de jogadores da posição como um problema do futebol nacional.

?Estamos procurando, mas todo o mundo sabe que está difícil. É uma posição que nós, do Brasil, temos que discutir. Os centroavantes dos grandes times hoje têm mais de 33 anos, para não dizer 35 e 37. Precisamos olhar para as categorias de base e ver o que está acontecendo?, comentou Andrés, à ESPN Brasil.

As dificuldades não farão o mandatário corintiano desistir de enfim satisfazer o técnico Fábio Carille com um substituto para Jô, vendido ao japonês Nagoya Grampus. ?Vamos continuar procurando. Com certeza, quando a gente menos esperar, vai chegar?, confiou.

Mesmo sem o reforço com que sonha, Carille festejou a classificação às semifinais do Campeonato Paulista nesta quinta-feira, em Itaquera. Ele abriu mão do esquema tático sem um atacante de referência e voltou a escalar o contestado Júnior Dutra na função na vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino.

?Tivemos algumas mudanças no começo do ano. Repusemos com algumas peças e tiramos outras, mas o Carille está achando o time ideal. Infelizmente, o Campeonato Paulista está se tornando praticamente uma pré-temporada. Mas, graças a Deus, passamos?, celebrou Andrés Sanchez.

Gazeta Esportiva

TAGS