PUBLICIDADE
Esportes

Diniz não confirma negociação, mas elogia Camacho e Lucca

Fernando Diniz viu de perto, na tarde de quinta-feira, dois possíveis alvos do Atlético-PR para a sequência da temporada. O técnico levou a sua equipe ao CT Joaquim Grava para a realização de um jogo-treino em que o volante Camacho e o atacante Lucca estiveram em ação pelo Corinthians. ?Estamos sempre atrás de bons jogadores, [?]

07:15 | 16/02/2018

Fernando Diniz viu de perto, na tarde de quinta-feira, dois possíveis alvos do Atlético-PR para a sequência da temporada. O técnico levou a sua equipe ao CT Joaquim Grava para a realização de um jogo-treino em que o volante Camacho e o atacante Lucca estiveram em ação pelo Corinthians.

?Estamos sempre atrás de bons jogadores, mas as negociações são questões internas do clube. Não divulgamos?, avisou Diniz, quando questionado sobre o seu desejo de contar com os atletas corintianos por empréstimo. ?São dois grandes jogadores. Um deles trabalhou comigo durante três anos?, ressalvou, referindo-se a Camacho, seu atleta nos tempos de Grêmio Osasco Audax.

Camacho e Lucca, no entanto, não evitaram o tropeço do Corinthians. O Atlético-PR, que já conta com o meia Guilherme emprestado pelo clube paulista, venceu o jogo-treino com gol do zagueiro Wanderson, outro ex-corintiano.

?Foi uma atividade muito importante. Esse time reserva do Corinthians poderia ser o titular. É uma equipe que tem Danilo, Sheik, Lucca, Camacho, Maycon? Para nós, foi um grande teste. Estamos treinando muito a parte tática?, disse Diniz, que tem preservado o seu time principal no Campeonato Paranaense.

A visita ao Corinthians também serviu para o técnico do Atlético-PR matar as saudades de Fábio Carille, seu amigo de infância. ?Não nos falamos sempre por conta da distância, mas nos conhecemos há muito tempo. Ele diz que é desde os 5 anos. Acho que é desde os 9 ou 10. Começamos no mesmo time de bairro, o CTC Vila Ema, onde fomos criados, e tivemos uma breve passagem juntos pelo Juventus, da qual ele nem se lembra muito?, contou Diniz.

O tropeço dos suplentes corintianos ? os titulares vêm de derrotas para Santo André e São Bento no Campeonato Paulista ? também não tirou de Diniz a certeza de que Fábio Carille terá mais uma temporada bem-sucedida.

?O Corinthians tem chances de ser campeão de tudo o que disputar. Tem a seu favor a manutenção do treinador e principalmente do jeito particular de jogar, organizado, dificilmente levando gols. É um forte candidato na Libertadores, no Brasileiro, no Paulista??, enalteceu o treinador do Atlético-PR.

Lei do ex

Autor do único gol do time visitante na quinta-feira, o zagueiro Wanderson passou pelo Corinthians entre 2013 e 2014 e jamais atuou. Ele, contudo, não guarda mágoas. Até mostrou confiança na reação de seu ex-clube no Campeonato Paulista.

?O Corinthians acabou de ser campeão brasileiro. Perdeu duas partidas e está sendo cobrado. Equipe grande é dessa forma, mas não tem o que falar. É começo de temporada, e vai crescer muito com o tempo, assim como a gente?, incentivou Wanderson.

Gazeta Esportiva

TAGS