PUBLICIDADE
Esportes

Sem Giovanni, Corinthians se reapresenta após derrota para a Ponte Preta

O Corinthians se reapresentou na tarde desta quinta-feira após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, na estreia do Campeonato Paulista, com um treino debaixo de forte sol no CT Joaquim Grava, na zona leste de São Paulo. Dentre as novidades, além da presença do jovem Mateus Vital, chamou a atenção a [?]

18:15 | 18/01/2018

O Corinthians se reapresentou na tarde desta quinta-feira após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, na estreia do Campeonato Paulista, com um treino debaixo de forte sol no CT Joaquim Grava, na zona leste de São Paulo. Dentre as novidades, além da presença do jovem Mateus Vital, chamou a atenção a ausência do meia Giovanni Augusto, fora da lista de inscritos para o torneio estadual.

De acordo com a assessoria de imprensa, o jogador fez alguns trabalhos na academia, mas essa foi a primeira ausência do armador em treinos no campo nesta temporada. Elogiado pelo preparo físico apresentado desde a reapresentação, o armador participou praticamente de todas as atividades no gramado realizadas pela equipe até a véspera do duelo contra a Macaca, um dia depois da divulgação da relação.

Em entrevista concedida no começo da semana, o gerente de futebol do clube, Alessandro, deixou claro que os jogadores já foram informados sobre a possibilidade de buscar novos clubes neste primeiro semestre. Além de Giovanni, outros que ficaram fora da lista foram o lateral direito Léo Príncipe, o lateral esquerdo Moisés, os volantes Warian e Fellipe Bastos, e o meia Rodrigo Figueiredo.

Giovanni, no entanto, foi a contratação mais cara da gestão Roberto de Andrade, valendo algo em torno de R$ 16 milhões no momento da sua aquisição. Dono de importante salário, apenas pouco abaixo de nomes como Cássio, Fagner, Rodriguinho e Jadson, ele é visto como importante moeda de troca em negociações que tratam da chegada de um novo nome para a posição de centroavante.

Possível saída do meia à parte, o técnico Fábio Carille dividiu duas equipes de dez jogadores para um treino técnico em campo reduzido, que só melhorou sua intensidade quando o sol deu uma trégua no CT. O destaque ficou por conta do meia Pedrinho, autor de belos passes para Carlinhos, mas pouco aproveitados pelo companheiro. Ao final, nenhuma das equipe conseguiu vazar a meta adversária.

O time volta a treinar nesta sexta-feira, dessa vez com a presença dos titulares no gramado, iniciando a definição da equipe que encara o São Caetano às 19h30 (de Brasília), novamente no estádio do Pacaembu. A única mudança que deve ocorrer, porém, é a entrada de Juninho Capixaba na lateral esquerda, no lugar de Guilherme Romão, suspenso por ter sido expulso frente aos campineiros.

Gazeta Esportiva

TAGS