Fagner vê semana ?sossegada? e se diz tranquilo antes da eleiçãoSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Fagner vê semana ?sossegada? e se diz tranquilo antes da eleição

Um dos principais líderes do elenco do Corinthians, o lateral direito Fagner não sente qualquer clima de tensão pela eleição presidencial do clube, marcada para o dia 3 de fevereiro, no Parque São Jorge. Contente por ter vencido o Majestoso, triunfo comemorado com uma reunião no CT Joaquim Grava na última terça, o defensor explicou [?]

12:45 | 31/01/2018

Um dos principais líderes do elenco do Corinthians, o lateral direito Fagner não sente qualquer clima de tensão pela eleição presidencial do clube, marcada para o dia 3 de fevereiro, no Parque São Jorge. Contente por ter vencido o Majestoso, triunfo comemorado com uma reunião no CT Joaquim Grava na última terça, o defensor explicou que o clima quente dos bastidores passa longe do grupo de atletas.

?O jogador fica tranquilo, não tem o que cada atleta fazer. Por ser uma semana de acontecer a eleição, não temos muito o que fazer, só ter paciência?, comentou o atleta, tão sossegado que demorou mais de uma hora para atender a imprensa após o treinamento desta quarta, debaixo de forte sol na capital paulista. Para ele, os jogadores trabalharão tranquilos até o próximo jogo por eventos como a do dia anterior, quando curtiram um churrasco após o treinamento.

A celebração, relacionada ao triunfo diante do São Paulo no último sábado, no Pacaembu, contou com a presença de todos os jogadores, desde Emerson Sheik e Danilo, os mais experientes, até os jovens Pedrinho e Carlinhos. Mesmo nomes como os recém-chegados Henrique e Renê Júnior, que nem sequer estrearam oficialmente pelo Timão, marcaram presença em um registro feito pelo meia Jadson em suas redes sociais.

?Quando você está numa semana cheia de trabalho com vitórias isso te deixa numa semana mais leve, não tirando a responsabilidade e o peso dos treinamentos, mas te dá essa leveza para poder trabalhar com mais tranquilidade. A gente fica feliz que os resultados vêm aparecendo e a gente pode ter uma semana mais sossegada?, explicou Fagner, confiante que, aconteça o que acontecer na eleição, a paz será mantida.

?Independente da diretoria que assumir vai querer solucionar essas questões o quanto antes, até pela importância dos atletas. Então a gente procura ficar tranquilo, trabalhar e não se envolver nessas coisas. Só no trabalho dentro de campo?, classificou o camisa 23, no clube desde 2014, logicamente sem escolher qualquer posicionamento entre os candidatos Andrés Sanchez, Felipe Ezabella, Romeu Tuma Júnior, Paulo Garcia e Antonio Roque Citadini.

?Eu não tenho do que reclamar, é meu quinto ano, nunca faltou nada para nenhum atleta. Tenho certeza que o presidente que assumir vem com o coração aberto para manter o Corinthians no lugar que ele está?, concluiu o atleta.

Gazeta Esportiva

TAGS