PUBLICIDADE
Esportes

Com duas partidas oficiais no ano, Caíque tem confiança de companheiros

Caíque França tem 22 anos e pouca experiência como goleiro do time principal do Corinthians. O expoente da base atuou em apenas quatro partidas nesta temporada, sendo duas oficiais. Neste sábado, Caíque é o escolhido de Fábio Carille para defender o líder do Campeonato Brasileiro contra o Avaí, em Itaquera. Cássio está defendendo a Seleção [?]

08:15 | 11/11/2017

Caíque França tem 22 anos e pouca experiência como goleiro do time principal do Corinthians. O expoente da base atuou em apenas quatro partidas nesta temporada, sendo duas oficiais. Neste sábado, Caíque é o escolhido de Fábio Carille para defender o líder do Campeonato Brasileiro contra o Avaí, em Itaquera.

Cássio está defendendo a Seleção Brasileira em sequência de amistosos na Europa e não atua neste final de semana. A diretoria do Corinthians teve uma ?conversa informal? com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para tentar a liberação de Cássio, mas o pedido foi negado. Já Walter, reserva imediato, se lesionou contra o Atlético-PR e precisará de cirurgia na coxa direita, não atuando mais em 2017.

Apesar de ter realizado poucos jogos nesta temporada, Caíque tem a confiança do elenco. O jovem começou sua caminhada nesta temporada como quarta opção de Carille, mas devido as lesões de Walter e Matheus Vidotto conseguiu seu espaço. ?O Caíque fez duas partidas (oficiais) no ano e foi muito bem. É um jogador que vem treinando muito forte. É um dos que espera uma oportunidade, e com certeza vai estar com a cabeça tranquila para o jogo?, disse o volante Gabriel.

A caminhada de Caique como arqueiro corintiano no time principal começou na última temporada, quando participou da partida contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro. O goleiro substituiu Cássio no segundo tempo da vitória dos paulistas por 3 a 1. Mesmo não sendo muito exigido, Caíque teve atuação segura.

Já em 2017, Caíque teve chance de mostrar seu futebol logo no início da temporada. Ainda procurando um time ideal, Fábio Carille promoveu a entrada de França no segundo tempo da partida contra o Vasco, em duelo válido pela Copa Flórida, em janeiro. Caíque entrou em ação com a partida 2 a 1 para o Timão, e não sofreu nenhum gol, com o duelo chegando ao fim com 4 a 1 no placar.

Após apresentar um bom trabalho, Caíque voltou a ser utilizado no amistoso contra a Ferroviária, vencido pelo Timão por 1 a 0, com gol de Marquinhos Gabriel. Na ocasião, o jovem de 22 anos substituiu Cássio.

O único jogo que fez como titular do time profissional do Timão aconteceu no Campeonato Paulista. Com Cássio poupado, Caíque foi escolhido por Carille para atuar no último jogo da primeira fase, contra o Linense. Seguro e dono de duas grandes defesas, Caíque sofreu apenas um gol na vitória por 3 a 1. O gol, inclusive, foi o único sofrido por Caíque em quatro jogos nesta temporada.

 

Mesmo com pouca experiência e ritmo de jogo, Caíque tem a confiança de seus companheiros. ?A nossa equipe tem jogadores jovens que tem liderança no grupo, isso é legal. Os jogadores mais experientes dão essa liberdade aos mais jovens. Em todos os jogos não é só quem carrega a faixa de capitão que chama a responsabilidade?, acrescentou Gabriel.

Corinthians e Avaí se enfrentam neste sábado, em Itaquera, às 19h (de Brasília). Fábio Carille não divulgou o time que entra em campo, mas deve iniciar o jogo com Caíque; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho, Rodriguinho, Clayson e Romero; Kazim.

* Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS