PUBLICIDADE
Esportes

Freguês? Corinthians provoca São Paulo após manter invencibilidade

Corinthians e São Paulo se enfrentaram seis vezes em 2017, e o clube alvinegro não perdeu nenhuma partida. Depois do empate por 1 a 1 na partida do último domingo, em duelo recheado de polêmicas, o Timão aproveitou para provocar o rival. Em sua rede social oficial, o clube publicou vídeo com gols nos clássicos [?]

16:30 | 25/09/2017

Corinthians e São Paulo se enfrentaram seis vezes em 2017, e o clube alvinegro não perdeu nenhuma partida. Depois do empate por 1 a 1 na partida do último domingo, em duelo recheado de polêmicas, o Timão aproveitou para provocar o rival. Em sua rede social oficial, o clube publicou vídeo com gols nos clássicos e escreveu: CPF na nota?.

Leia mais:

Corintiano Clayson comenta declaração de Petros: ?Cabeça quente?

O empate no último Majestoso voltou a fazer com que o Corinthians ?cutucasse? o rival da capital paulista. O líder do Campeonato Brasileiro foi até o Morumbi, lotado com mais de 60 mil pessoas, e arrancou empate suado. Petros abriu o placar com belo chute de fora da área, enquanto Clayson empatou com outra grande finalização.

As polêmicas do clássico perduraram após o apito final do árbitro carioca Wagner do Nascimento Magalhães. Petros, que atuou no Corinthians entre 2014 e 2015, criticou a arbitragem da partida, e disse que o São Paulo ?deu uma aula de futebol?. Ex-jogador do Tricolor, Jadson rebateu o volante, e questionou ironicamente se as posições na tabela estariam invertidas, já que o Corinthians é líder e o São Paulo ocupa a zona de rebaixamento.

Relembre os jogos entre Corinthians e São Paulo nesta temporada ? Em 2017, as duas equipes se enfrentaram em seis oportunidades, com o Corinthians mantendo invencibilidade. O primeiro encontro aconteceu ainda na pré-temporada, em torneio realizado na Flórida. No tempo regulamentar, empate por 0 a 0, e, nos pênaltis, vitória do São Paulo, após Fellipe Bastos e Marciel desperdiçarem suas cobranças.

Ainda sob o comando do técnico Rogério Ceni, o São Paulo encarou o rival alvinegro três vezes no Campeonato Paulista. Na fase de grupos, atuando no Morumbi com torcida única dos mandantes, Maicon salvou o Tricolor no segundo tempo, depois de Jô, maior artilheiro do clássico neste ano, abrir o placar de cabeça.

Já na semifinal, o Timão, que sagraria-se campeão ao final do torneio, passou pelo São Paulo com vitória por 2 a 0 no Morumbi, em jogo de destaque de Rodriguinho, que serviu Jô no 1 a 0 e finalizou de fora da área para fechar o placar. No duelo de volta, Jô abriu o placar em gol polêmico que os são-paulinos pediram pênalti, e Pratto descontou.

Pelo Campeonato Brasileiro, o líder Corinthians garantiu vitória em casa sobre o rival, que já começava a brigar para se afastar da zona de rebaixamento. Rogério Ceni, balançando no cargo, sofreu mais uma derrota, desta vez pelo placar de 3 a 2. Romero recebeu passe de Marquinhos Gabriel e anotou o primeiro gol. O clube tricolor empatou poucos minutos depois, com Gilberto, de cabeça ? os corintianos reclamaram muito da posição do centroavante. A zaga são-paulina falhou e Gabriel voltou a deixar o Timão na frente. Em cobrança de pênalti, Jadson fez o terceiro, com Wellington Nem descontando no final da partida.

Na única partida sob comando do técnico Dorival Júnior, o São Paulo apresentou um bom futebol no primeiro tempo, e saiu na frente com Petros, mas viu o Corinthians empatar com Clayson.

O Corinthians lidera o Campeonato Brasileiro, com 54 pontos, 10 a mais que o vice-líder Santos. Vivendo situação complicada no torneio nacional, o Tricolor é o primeiro time da zona de rebaixamento, com 28 pontos, mesmo número da Ponte Preta, e um a menos que Sport e Avaí.

Gazeta Esportiva

TAGS