Participamos do

Icasa vence Caucaia, é campeão da Fares Lopes e garante vaga na Copa do Brasil

Verdão do Cariri fez 1 a 0 sobre a Raposa, gol de Hiltinho de pênalti, e levou o bi da competição
17:43 | Nov. 28, 2021
Autor Lucas Barbosa
Foto do autor
Lucas Barbosa Repórter do caderno de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Icasa é o campeão da Taça Fares Lopes 2021. O Verdão do Cariri venceu o Caucaia por 1 a 0, pela grande final da competição, realizada na tarde deste domingo, 28, no estádio Franzé Morais, em Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza). Com isso, o Icasa vai jogar a Copa do Brasil 2022. Hiltinho fez de pênalti o gol da partida.

O bicampeonato do Verdão veio em um jogo marcado pela disputa e pelo nervosismo, sendo decidido no detalhe do pênalti. A partida começou corrida, lá e cá. Entretanto, as equipes tinham dificuldade de criar no último terço. A primeira finalização ocorreu logo aos dois minutos, quando Júnior Goiaba arriscou da intermediária e Josué fez a defesa. Entretanto, demorou para os goleiros voltarem a trabalhar.

Aos 17 minutos, um susto: o atacante Adilson Bahia ficou desacordado após uma dividida e teve de deixar o jogo de ambulância. Ele, porém, foi encaminhado consciente ao hospital para realizar exames de rotina e está bem, conforme assessoria de imprensa do Caucaia. O jogo ficou cinco minutos paralisado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Aos 25 minutos, o placar foi inaugurado. Siloé foi desarmado por Rogério e derrubou o volante quando ele invadia a área. Hiltinho bateu e converteu. Praticamente, no lance seguinte, aos 28, Júnior Goiaba arriscou da entrada da área e acertou a trave.

O Caucaia não se intimidou. Aos 37, após boa jogada, Siloé achou Everton livre dentro da área, mas ele bateu fraco e Mondragon defendeu. Aos 43, Everton arriscou quase da meia lua e o goleiro do Icasa fez a defesa em dois tempos. Aos 45, Otacílio Marcos cabeceou e Mondragon segurou firme. Aos 48, o goleiro do Verdão voltou a ser firme após cobrança de falta de Everton.

O jogo teve intervalo de mais de 30 minutos por falta de ambulância, após o veículo que estava à disposição do jogo levar Adilson Bahia ao hospital. Quando a bola voltou a rolar, logo aos 3 minutos, o Icasa teve boa chance de ampliar. Após lateral jogado na área, Rhuann girou e dividiu com o goleiro Josué, que conseguiu impedir o gol.

Mas o segundo tempo seria de pressão do Caucaia. Aos 12 minutos, Everton cobrou falta e Mondragon rebateu. No rebote, o goleiro encaixou a cabeçada. Mondragon viria a ser muito exigido em todo o segundo tempo. O Caucaia se lançou para o ataque, ao melhor estilo abafa. O Icasa, porém, se segurou firme, fazendo com que cruzamentos e bolas paradas fossem muito usadas pelo Caucaia.

Rhuann teve boa chance de ampliar, quando, aos 25, saiu de frente para o gol em contra-ataque. O atacante, porém, bateu fraco e permitiu a defesa do goleiro. Aos 36, Nael teve boa oportunidade em cobrança de falta da entrada da área. Mondragon, porém, fez grande defesa.

O abafa seguiu. Otacílio Marcos de cabeça, após lateral jogada da área, obrigou mais uma defesa do goleiro do Icasa, aos 38. Aos 41, após bate-rebate, Renan, mandou, já dentro da área, à direita do gol.

Foi para o sufoco. Até o goleiro Josué foi para a área em escanteio, mas não teve jeito. Aos 51 minutos, a chance derradeira. Nael limpou bonito a marcação, mas, de frente para o gol, mandou à direita. A bola foi para fora, o apito foi soprado e o Icasa pode soltar o grito de campeão.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags