Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Floresta cede empate a Jacuipense e perde chance de encostar no G-4 da Série C

No estádio de Pituaçu, em Salvador (BA), Verdão da Vila Manoel Sátiro abriu o placar no primeiro tempo com Fábio Alves, mas sofreu a igualdade do Jacupa na etapa final
21:29 | Jul. 31, 2021
Autor - Redação O POVO
Foto do autor
- Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

No embolado Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, a distância entre a briga pela vaga na segunda fase e contra o rebaixamento pode ser uma vitória. Neste sábado, no estádio de Pituaçu, em Salvador (BA), o Floresta desperdiçou a chance de, em uma tacada só, abrir abrir 4 pontos da zona da degola e ficar a 3 da briga pelo acesso.

Na abertura do returno da Terceirona, o Verdão da Vila Manoel Sátiro abriu 1 a 0 fora de casa contra o Jacuipense-BA, mas sofreu o empate no segundo tempo e se manteve na parte de baixo da tabela — logo acima justamente do time baiano.

O Floresta abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo, quando Fábio Alves converteu pênalti. Com o resultado de então, o Verdão ia a 13 pontos, subia à sexta colocação ficando a apenas 3 do Ferroviário, que mais cedo empatou em 0 a 0 com o Botafogo-PB na Vila Olímpica Elzir Cabral e fecha o G-4 do Grupo A. 

No segundo tempo, porém, Primão entrou no lugar de Elielton, acabou expulso, o Floresta sofreu o empate aos 19 minutos, com gol de Claudivan, e estacionou nos 11 pontos, um acima do próprio Jacuipense, que abre a zona de rebaixamento.

O Floresta agora se volta para outra briga contra o descenso. Neste domingo, às 15h30min, a equipe da Vila Manoel Sátiro recebe o União no estádio Domingão, em Horizonte, e precisa da vitória para escapar do rebaixamento no Série B do Campeonato Cearense — no qual tem competido com equipe alternativa. Pela Terceirona nacional, o representante local volta a campo no sábado, 7, às 17 horas, contra o lanterna Santa Cruz-PE. A partida está marcada para o estádio Carlos de Alencar Pinto, na sede do Ceará Sporting Club.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ferroviário e Botafogo-PB fazem duelo pela liderança do Grupo A da Série C

Esportes
2021-07-31 00:30:00
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Ferroviário e Botafogo-PB se encontram neste sábado, 31, às 15 horas, no estádio Elzir Cabral, pela primeira rodada do returno da Série C do Campeonato Brasileiro, em partida que vale a liderança do grupo A. Os dois times estão na ponta da tabela, com 15 pontos, mas os paraibanos ficam em primeiro por terem melhor saldo de gols.

O Tubarão da Barra está em sequência invicta de quatro jogos — dois empates e duas vitórias no intervalo — e chega embalado para a partida diante do Belo. Apesar da boa colocação da equipe comandada por Francisco Diá, vice-líder do Grupo A, o Ferrão tem apenas dois pontos de vantagem para o Paysandu-PA, primeiro time fora da zona de classificação para a fase mata-mata. Vitória do clube coral, portanto, não só garante a liderança, como também afasta as possibilidades de sair do G-4.

Quem também chega em meio a série invicta é o Botafogo-PB. Após vencer o lanterna Santa Cruz-PE por 1 a 0 na última rodada, os paraibanos emplacaram três jogos sem derrota, com duas vitórias e um empate. A equipe treinada por Gerson Gusmão deve contar com os retornos do meia Clayton e do atacante Welton Felipe, que estavam no departamento médico e foram desfalques nas últimas partidas.

Historicamente, os confrontos entre o Tubarão e o Belo são marcados pelo equilíbrio. Nos últimos cinco encontros entre as equipes, todas pela Série C, foram três empates e uma vitória para cada lado. No primeiro turno da Terceirona 2021, a partida entre os cearenses e paraibanos terminou em 0 a 0 no estádio Almeidão, em João Pessoa (PB).

Com exceção do meia-atacante Berguinho, que sentiu um desconforto muscular e foi cortado da lista de relacionados, o Ferrão não tem nenhum outro atleta suspenso ou no departamento médico. Francisco Diá tem o retorno do atacante Edson Cariús, que ficou fora do empate por 1 a 1 contra o Floresta para aprimorar a parte física.

Ferroviário x Botafogo-PB

Ferroviário
4-3-3: Rafael; Lázaro, Vitão, Richardson e Emerson; Wesley Dias, Emerson Souza e Diego Viana; Reinaldo, Gabriel Dias e Adilson Bahia (Edson Cariús). Técnico: Francisco Diá

Botafogo-PB
Lucas; Gabriel Yanno, Daniel Felipe, William Machado e Amaral; Pablo, Gabriel Araújo, Sávio e Esquerdinha; Juba (Marcos Aurélio) e Éderson. Técnico: Gérson Gusmão

Data: 31/7/2021
Horário: 15 horas
Local: Estádio Elzir Cabral, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista (BA)
Árbitros assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (BA) e Ledes Jose Coutinho Neto (BA)
Quarto árbitro: Antonio Magno Lima Cordeiro (CE)
Transmissão: DAZN

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ferroviário perde a liderança, mas Francisco Diá ressalta boa pontuação no turno

SÉRIE C 2021
2021-07-25 19:12:25
Autor Lucas Barbosa
Foto do autor
Lucas Barbosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O empate contra o Floresta, no sábado, 24, tirou do Ferroviário a liderança do grupo A da Série C 2021. O Botafogo-PB, que venceu o Santa Cruz, também no sábado, por 1 a 0, ultrapassou o Tubarão e é o novo líder da chave. O 1 a 1 no estádio Carlos de Alencar Pinto, o Vovozão, deixou o Ferroviário com os mesmos 15 pontos do clube paraibano, mas o Botafogo tem melhor saldo de gols: 5 a 1.

Apesar da perda da liderança, o técnico Francisco Diá, em entrevista coletiva após o jogo contra o Floresta, destacou estar satisfeito com a pontuação obtida pelo time ao término do primeiro turno da competição. Quinze pontos, afirmou, é “muito ponto”. “Eu acredito que seja o suficiente, se a gente fizer esse mesmo número de pontos no segundo (turno), para nos classificarmos”. O técnico ainda destacou que o time chegou ao quarto jogo seguido sem derrota. Além da liderança, o Ferroviário precisa olhar para baixo. O time terminou a rodada apenas dois pontos à frente do primeiro time fora da zona de classificação para a segunda fase, o Paysandu.

Para Diá, o jogo contra o Floresta teve dois tempos distintos. No primeiro, o Floresta teria conseguido neutralizar as principais jogadas do Ferroviário, mas, no segundo, o time conseguiu dominar as ações. "(O Floresta) Fez um enchimento no meio-campo com cinco jogadores, com três volantes. Deixava nossos três zagueiros batendo, como se diz na gíria do futebol, praticamente sem função. E, logo no primeiro tempo, eu fiz a substituição porque nós perdíamos, naquele momento, o nosso meio-campo. A equipe entrou no jogo, tomamos conta do meio-campo. E, veio o segundo tempo, e, logo no início, fomos surpreendidos com aquele gol, mas depois a equipe teve a competência de ir buscar o ponto, que é importante para caminhar em busca da classificação”. O Ferroviário veio conseguir o empate aos 47 do segundo tempo, em gol contra de Jô.

E é justamente o líder Botafogo-PB o próximo adversário do Tubarão na Série C. No próximo sábado, 31, também no Vovozão, as duas equipes se enfrentam às 19 horas. No primeiro turno, as duas equipes empataram em 0 a 0 no Almeidão, em João Pessoa (PB).

O Floresta, por sua vez, estacionou na oitava posição e só não entrou na zona do rebaixamento porque o Jacuipense-BA empatou em 2 a 2 com o Altos-PI. O Verdão só está um ponto acima da zona do descenso. Jacuipense e Floresta se enfrentam na próxima rodada da Série C, que ocorre no sábado, às 15 horas, no estádio de Pituaçu, em Salvador.

Após o jogo, o técnico Leston Júnior afirmou que o Floresta tem produzido “para almejar algo a mais na competição”. Ele ainda falou sobre a perspectiva de classificação e rebaixamento. “Tem sido uma competição com muito empate e isso acaba diminuindo um pouco o número de corte, tanto do descenso, quanto de classificação. Historicamente, se nós pegarmos as edições anteriores, 21 e 27 são as pontuações de não cair e classificar. Mas, pelo que tá se desenhando, a tendência é, talvez, diminuir essa margem”.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Floresta e Ferroviário empatam em 1 a 1 pela Série C 2021

NESTE SÁBADO
2021-07-24 19:07:00
Autor Lucas Barbosa
Foto do autor
Lucas Barbosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O primeiro duelo cearense da Série C 2021 ficou no 1 a 1. Floresta e Ferroviário empataram em jogo válido pela nona rodada da competição, disputado na tarde deste sábado, 24, no estádio Carlos de Alencar Pinto, o Vovozão, em Fortaleza. Os gols da partida foram marcados por Alison Mira, para o Floresta, aos cinco minutos do segundo tempo; e Jô, que fez contra para o Ferroviário já no finzinho do jogo, aos 47.

Com o empate, o Ferroviário manteve a primeira colocação do Grupo A, mas pode ser ultrapassado por Botafogo-PB e Paysandu, que ainda jogam na rodada — o Botafogo-PB neste sábado, 24, em casa contra o lanterna Santa Cruz, e o Paysandu contra o Manaus, na Arena da Amazônia, domingo, 25. O Floresta estacionou na 8ª posição, com dez pontos, e pode entrar na zona de rebaixamento caso o Jacuipense-BA vença o Altos-PI no domingo, 25.

Na próxima rodada, o Floresta vai a Salvador (BA) enfrentar o Jacuipense, jogo realizado no sábado, 31, às 15 horas. Já o Ferroviário recebe o Botafogo-PB, também no sábado, mas às 19 horas, no Vovozão.

Clique na imagem para abrir a galeria

O JOGO

Não foram muitos os lances de perigo na partida. Foi um jogo truncado e com pouca criatividade por parte de ambas as equipes. O Floresta até começou querendo mais o jogo.  Foi do Verdão a primeira boa chance do jogo, aos 12 minutos, quando Deysinho arrancou e arriscou da entrada da área. Rafael fez ótima defesa. O lance fez o Ferroviário ocupar mais o ataque. Aos 18, Emerson cruzou para Adilson Bahia desviar de cabeça e mandar à esquerda do gol. O confronto, porém, não saiu do marasmo. Ambas as equipes sofriam com os passes errados. Chutes de fora da área viraram a melhor opção. Aos 35, Gabriel Silva arriscou de longe e Tony segurou firme. Chance melhor Gabriel Silva teve aos 43: após cruzamento, a bola sobrou para ele dentro da área. O chute forte passou, perigosamente, à esquerda do gol.

O segundo tempo ia no mesmo caminho do primeiro, até que, aos cinco minutos, Alison Mira recebeu da entrada da área e chutou forte, marcando um belo gol. Com o placar desfavorável, o Ferroviário se lançou ao ataque, mas seguia com dificuldades para criar. O Floresta, por sua vez, se sentia confortável para ficar na defesa. O resultado foi um longo período sem os dois goleiros trabalharem. Francisco Diá resolveu agir e mandar o Tubarão à frente: após tirar Reinaldo para colocar Thiago Aperibé, ele fez três substituições de uma vez: Augusto, Roni e Tibiri entraram nos lugares de Adilson Bahia, Lázaro e Wesley Dias. Não surtiu efeito: a bola seguia zanzando no campo de ataque do Ferrão, sem que a defesa fosse penetrada. O Floresta também não conseguia contra-atacar. Aos 39, o Verdão tentou surpreender Rafael chutando do meio-campo, mas o goleiro estava bem posicionado.

Mesmo sem conseguir pressionar, o Ferroviário conseguiu achar o empate. Aos 47, após cruzamento de Roni, Jô tentou cortar de cabeça, mas acabou desviando de forma que tornou a bola indefensável para o goleiro Tony. E não houve tempo para mais nada. O Floresta ainda jogou uma falta dentro da área, no último minuto, mas a bola foi nas mãos de Rafael. O jogo ficou mesmo no 1 a 1.

 

Confira como ficou a classificação da Série C:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Lázaro almeja vitória diante do Manaus para fixar Ferroviário no G-4 da Série C

SÉRIE C 2021
2021-07-16 21:57:19
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ferroviário disputa neste domingo, 18, às 18 horas, a 8ª rodada da primeira fase da Série C do Brasileirão diante do Manaus. Embora já tenha se passado sete rodadas de torneio, a briga pelo topo da tabela segue apertada. Na terceira colocação, o Tubarão da Barra possui os mesmos três pontos que os dois primeiros colocados Botafogo-PB e Paysandu, respectivamente. 

Chegando para o embate diante do Manaus após uma vitória fora de casa contra o Paysandu, o lateral-direito Lázaro acredita que o triunfo da rodada passada pode ser motivador para que o time busque um bom resultado no domingo para se fixar no G-4. 

"Essa vitória nos deu confiança para o jogo contra o Manaus aqui dentro de casa e nos deu motivação para almejar a classificação. Esse é o nosso principal objetivo", destacou Lázaro. Para o Ferroviário se fixar ainda mais nas primeiras colocações, além de vencer, ele precisa torcer por derrota do Botafogo-PB, que enfrenta o Jacuipense-BA no sábado, 17, e por um empate entre Paysandu-PA e Altos-PI, que também se enfrentam no sábado, 17, às 19 horas. 

Lázaro admite, entretanto, que alcançar a vitória não deve ser fácil, mesmo que o Manaus seja o pior visitante da competição — foram 3 derrotas em 3 jogos disputados fora de casa. "A gente sabe que o Manaus é um time forte, apesar das derrotas anteriores, mas a gente ta focado em vencer dentro de casa. Nosso objetivo é jogar pela classificação. Estou motivado em vestir essa camisa. Sei da tradição do Ferroviário e estou motivado em conquistar coisas grandes", finalizou. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ferroviário vence Paysandu por 2 a 0 na Curuzu e retorna ao G-4 da Série C

SÉRIE C 2021
2021-07-12 00:30:00
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após três rodadas, o Ferroviário finalmente voltou a vencer. A vítima foi o Paysandu-PA, derrotado por 2 a 0. No estádio da Curuzu, em Belém (PA), Gabriel Silva e Denilson (contra) balançaram as redes na primeira etapa para o Tubarão da Barra. Com o resultado, o time coral subiu da 7ª para a 3ª colocação na tabela do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, com 11 pontos — mesma marca do Papão e do Botafogo-PB, líderes da chave. 

As equipes iniciaram a peleja de forma bastante movimentada. Mandante da partida, o Paysandu tinha a maior posse da bola, mas exibia pouca criatividade na construção das jogadas de ataque. O Ferroviário, ainda que com pouca posse, chegava com maior perigo à meta adversária com jogadas de velocidade com Gabriel Silva. 

O primeiro time a oferecer grande perigo foi o Papão. Aos 16 minutos, Paulinho colocou uma bola na trave do goleiro Rafael. Quatro minutos depois, entretanto, foi o time coral quem abriu o placar. Após cruzamento na área, Denilson tentou cortar de cabeça para fora, mas a bola acabou entrando para dentro do próprio gol.

A abertura do placar deu maior confiança ao time treinado por Francisco Diá, que ampliou o marcador aos 33 com Gabriel Silva. Durante a partida, o jogador havia protagonizado as principais chances de gol do clube visitante e, aos 33 minutos, recebeu cruzamento rasteiro de Emerson e ampliou o placar.  O Alviceleste ainda chegou a assustar novamente a meta de Rafael aos 36 com um chute de fora da área de Paulinho, mas o arqueiro do Peixe fez boa defesa, evitando que o clube fosse para o intervalo com a defesa vazada. 

Na segunda etapa, o Paysandu voltou para a partida a reação e seguiu com grande posse de bola e pouca objetividade, não obstante as substituições do time titular. Do outro lado, o Tubarão da Barra assustava a meta do goleiro Victor Souza sempre que tinha a oportunidade de chegar ao ataque.

Aos 32 minutos, Augusto quase ampliou de cabeça para o clube coral, mas o arqueiro do Papão fez boa defesa.  Nos minutos finais, o time comandado por Vinícius Eutrópio cresceu ainda mais no ataque, chutando mais ao gol de Rafael, mas não chegou a se mostrar efetivo nas finalizações. 

Na próxima rodada, o Ferroviário enfrenta o Manaus. A partida será realizada no próximo domingo, 18, às 18 horas, diante do Manaus, na Arena Castelão.  Já o Paysandu recebe no próximo sábado, 17, às 19 horas, no Curuzu, a equipe do Altos-PI. 

Paysandu 0 x 2 Ferroviário

Paysandu
4-3-3: Victor Souza; Israel (Marcelo), Perema (Bruno Paulo), Denilson e Diego Matos; Jhonnatan (Ruy), Paulinho (Bruno Paulista), Ratinho; Marlon, Luan Santos (Laércio) e Robinho

Ferroviário
4-3-3: Rafael; Lázaro (Berguinho), Vitão, Richardson, Emerson; Wesley Dias (Roni), Emerson Souza, Diego Viana; Dudu (Reinaldo), Gabriel Silva (Augusto) e Adilson Bahia (Thiago)

Local: estádio Curuzu, em Belém-PA
Data: 11/7/2021
Árbitro: Rafael Martins Diniz
Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior e Renato Gomes Tolentino
Cartões amarelos: Denilson e Bruno Paulista (PAY) e Rafael, Wesley e Adilson (FER)
Renda e público: jogo de portões fechados em decorrência da pandemia do novo coronavírus

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags