PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

"O primeiro objetivo é se firmar na divisão", diz Leston Júnior sobre estreia do Floresta na Série C

O Verdão da Vila Manoel Sátiro iniciará sua campanha na terceira divisão do Brasileirão no próximo sábado, 29

Gabriel Lopes
15:38 | 26/05/2021
Leston Júnior, treinador do Floresta, falou ao Esportes O POVO sobre a estreia na Série C 2021 (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)
Leston Júnior, treinador do Floresta, falou ao Esportes O POVO sobre a estreia na Série C 2021 (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)

O Floresta fará sua estreia na Série C do Brasileirão neste sábado, 29, às 15h30min, no estádio Domingão, em Horizonte. O Jacuipense-BA será o adversário. O clube da Vila Manoel Sátiro, bairro de Fortaleza, conquistou vaga na terceira divisão nacional após o vice-campeonato da última edição da Série D. Em entrevista exclusiva para o Esportes O POVO, Leston Júnior, treinador do Lobo, falou do objetivo principal da equipe na Terceirona.

“Em toda e qualquer divisão nacional, o primeiro objetivo precisa ser se estabelecer na divisão que conseguiu a ascensão. A primeira meta é a pontuação que nos dê segurança para a manutenção para a Série C 2022. E a partir daí partirmos para outros passos. Eu prefiro dividir a competição por etapas”, explicou.

A partida contra o Jacuipense será a primeira oficial do Floresta após quase quatro meses. O jogo de volta da final da Série D 2020, que aconteceu no dia 6 de fevereiro, foi o último. Isso deve-se ao rebaixamento da agremiação à Série B do Campeonato Cearense na temporada 2020, que só terá a disputa da edição de 2021 no segundo semestre deste ano.

Leston comentou esta situação e admitiu que o elenco poderá sofrer com a falta de ritmo nos primeiros compromissos. Ele também falou sobre a formação da equipe, que manteve a base da última Série D e contratou uma boa quantidade de jogadores para fortalecer o grupo.

“Isso será um dificultador no início da competição. O Floresta é o único clube da Série C que não jogou nesta temporada ainda. Mantivemos a base, alguns atletas renovaram. Nesses últimos 15 dias trouxemos 11 atletas, para qualificar o elenco. Nossa missão é inserir o quanto antes esses jogadores”, ressaltou.

Os atletas que permaneceram são os goleiros Douglas Dias e César Rodrigues, o zagueiro Alisson, os laterais Lito e Fábio Alves, os meio-campistas Marconi Ribeiro, Thalysson, Matheus Bahia, Jô Almeida e Renê, além dos atacantes Flávio Torres, Núbio Flávio, Deysinho, Paulo Vyctor e Wagner. Enquanto isso, os jogadores contratados foram o goleiro Tony, os zagueiros Edimar, Willian Goiano e Kaiñandro, os laterais Tony Ewerton e Mateus Farias, os meio-campistas Yuri Naves, Daniel e Eduardo Amâncio, além dos atacantes Alisson Mira e Elielton. Outros seis subiram das categorias de base para o time principal.

A disputa da Série B do Cearense ainda não tem datas definidas, mas tem como previsão de disputa no segundo semestre de 2021. Dessa forma, o Floresta terá que dividir atenção entre a Série C do Brasileirão e a segunda divisão estadual. Leston disse que não fará planejamento até que as partidas sejam marcadas, mas pretende atingir o objetivo de trazer de volta a equipe para a elite do futebol cearense.

Além do bom trabalho a nível profissional, o Alviverde fez boa campanha na categoria de base em 2021, pela Copa do Brasil sub-20. O clube chegou às quartas de final do torneio, quando foi eliminado pelo Botafogo-RJ. O comandante do Lobo elogiou o trabalho feito com os jovens e ressaltou a importância da integração deles com o plantel principal.

“Na equipe que disputou a Copa do Brasil sub-20, seis atletas já eram do profissional na Série D do ano passado. Agora, eles já se reapresentaram ao time principal. É um trabalho que precisa ser feito de forma gradativa. Mas é importante manter a integração”, pontuou.

Leston Júnior ainda é um jovem treinador, com 42 anos de idade, mas tem bastante experiência na profissão. Ele já comandou clubes tradicionais como Santa Cruz-PE, Remo-PA e Botafogo-PB, onde foi campeão paraibano em 2018. Pelo Tupi-MG, em 2015, ele conseguiu um acesso da Série C para a Série B do Brasileirão. Leston está desde 2020 no Floresta, tendo assumido a agremiação para a disputa da quarta divisão nacional.

Ele elogiou a estrutura do clube, ressaltando a diferença no objetivo principal do Floresta em relação a outras equipes, e traçou metas para o futuro dele no Verdão da Vila Manoel Sátiro.

“Nos oferece uma condição de trabalho muito interessante, uma estrutura de qualidade. O mais interessante é destacar a diferença de perfil de clube. O Floresta tem um perfil comercial, há uma diferença para os clubes associativos. É uma maneira diferente de gerir futebol, pode ter sido o diferencial para os resultados recentes”, disse. “Estou feliz aqui hoje e acredito que o clube também. Isso faz com que enxerguemos horizontes positivos daqui para frente. Espero construir um legado para o clube, para quando chegar o momento de terminar esse ciclo, termos deixado uma história”, finalizou.

O Floresta se reapresentou no dia 10 de março e, desde então, treina em preparação para a Série C. No período foram executados jogos-treinos, visando dar ritmo de jogo para os atletas. Além disso, durante um período de 15 dias, foi feita uma “bolha” no Centro de Treinamento Felipe Santiago, onde os jogadores ficaram isolados, visando evitar o contágio da Covid-19.

Elenco do Floresta

Goleiros: Douglas Dias, Tony, César Rodrigues e Wilderk
Zagueiros: Edimar, Alisson, Willian Goiano, Kaiñandro, Ismael e
Emanuel
Laterais-direito: Tony Ewerton e Lito
Laterais-esquerdo: Fábio Alves, Mateus Farias e Carlos Renato
Volantes: Marconi Ribeiro, Jô Almeida, Yuri Naves, Daniel, Thalisson,
Dudu, Athirson e Matheus Bahia
Meio-campistas: Eduardo Amâncio e Renê
Atacantes: Flávio Torres, Alisson Mira, Elielton, Núbio Flávio, Deysinho,
Paulo Vyctor, Wagner e Iarley Gilberto