PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

"A prefeitura não pode usar o dinheiro público em benefício de um clube de futebol", diz prefeito de Caucaia

Vitor Valim-PROS falou sobre o fim da parceria da Prefeitura de Caucaia com o Caucaia EC em vídeo postado em sua conta pessoal no Instagram

Gabriel Lopes
17:37 | 15/02/2021
Vitor Valim, prefeito de Caucaia (Foto: REPRODUÇÃO)
Vitor Valim, prefeito de Caucaia (Foto: REPRODUÇÃO)

Neste domingo, 14, uma notícia surpreendente foi divulgada pelo Caucaia Esporte Clube. A Raposa Metropolitana, por meio de nota oficial, anunciou que solicitou à CBF e à FCF que o clube fosse excluído do Campeonato Brasileiro da Série D e do Campeonato Cearense, competições que a equipe disputaria em 2021. Segundo a nota, um dos principais fatores para o pedido foi o fim do convênio com a Prefeitura Municipal de Caucaia, algo que agravou a crise financeira da instituição, gerada pela pandemia de Covid-19.

Em post na sua conta pessoal no Instagram divulgado nesta segunda-feira, 15, o prefeito de Caucaia, Vitor Valim-PROS, abordou o tema e justificou o fim da parceria entre a prefeitura e o clube. Ele mencionou a crise gerada ao município em decorrência da pandemia do novo coronavírus e que "a prefeitura não pode usar o dinheiro público em benefício de um clube profissional".

Valim também revelou que o investimento no Caucaia Esporte Clube em 2020 foi de quase R$ 1 milhão. No post, ele anunciou que essa quantia será revertida para um edital de seleção pública, com o objetivo de "beneficiar projetos desenvolvidos por atletas, artesãos, músicos e artistas", com "mais de 12 mil pessoas atingidas".