PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

Floresta supera rebaixamento no Cearense e sonha com acesso para Série C

Verdão da Vila joga contra América de Natal em duas partidas para definir um dos quatro classificados à Série C de 2021

Victor Hugo Pinheiro
11:34 | 30/12/2020
O Floresta venceu o Juventude Samas-MA e avançou às quartas-de-final da Série D (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)
O Floresta venceu o Juventude Samas-MA e avançou às quartas-de-final da Série D (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)

A temporada de 2020 do Floresta pode ser marcante para a história do clube, caso o Verdão da Vila passe pelo América-RN nas quartas de final da Série D, para conquistar o acesso à Série C. O momento atual é bem diferente do início de ano, quando a equipe foi rebaixada na Série A do Campeonato Cearense. Com o insucesso, o clube apostou na reformulação de jogadores e comissão técnica para ser competitivo na competição nacional.

Após ser eliminado pelo Jacuipense nas quartas de final da Série D de 2019, o Lobo da Vila entrou no Campeonato Cearense deste ano com a expectativa de disputar as primeiras colocações, o que não foi concretizado. Logo na primeira fase, a equipe teve o fraco desempenho de uma vitória, três empates e três derrotas em sete jogos, culminando no rebaixamento.

Como a primeira fase do Estadual acabou no fim de janeiro, o Verdão passou por um longo período de inatividade, uma vez que a pandemia de Covid-19 atrasou o início das quatro divisões nacionais. O hiato de jogos beneficiou o trabalho do departamento de futebol, que optou por trocar jogadores e comissão técnica, como destaca executivo de futebol Fred Gomes em entrevista ao Esportes O POVO.

"Começamos a refazer nosso grupo. Optamos pela chegada do técnico Leston Junior e de sua comissão técnica, que fez bons trabalhos em Santa Cruz-PE e Botafogo-PB. Também fizemos trocas no elenco, reformulamos 45% dos atletas. Além de tentar trazer jogadores com histórico de conquistas e acessos, para que a equipe tivesse consistência de disputar o acesso. Tivemos a dificuldade pandemia, o que atrasou a reapresentação dos jogadores para 1° de agosto. Aproveitamos esse intervalo para ir montando a equipe".

O planejamento inicial do Lobo era que a reapresentação do elenco fosse em abril, mas tudo mudou devido à pandemia. Sem os treinos presenciais, o clube adotou a rotina de atividades virtuais por 70 dias para manter os jogadores em preparação física. A retomada dos treinamentos no CT do Floresta aconteceu exatamente 45 dias antes do início da Série D. 

"A nossa maior dificuldade era o ritmo de jogo, em virtude que todas as equipes que enfrentamos na fase de grupos da Série D tinham jogando campeonatos regionais pós-pandemia. Fomos formulando a equipe, passo a passo, jogo a jogo, e conseguimos chegar forte, para brigar pelo acesso, que será inédito para o clube".

O Floresta possui estrutura física superior a maioria dos adversários da atual edição da Série D. O CT é composto por cinco campos, sendo dois com as medidas oficiais, e com espaço de 60 mil metros quadrados. Em relação ao orçamento, todas as despesas do clube custam R$ 300 mil por mês, incluindo salários de jogadores, funcionários e encargos. A principal fonte financeira do Lobo é o empresário Sérgio Teixeira, que comprou o clube em 2015, além de patrocinadores. 

O Verdão da Vila terminou a fase de grupos na terceira posição do Grupo A-3, com sete vitórias, cinco empates e duas derrotas. No mata-mata, a equipe passou por Itabaiana-SE e Juventude-MA. A força ofensiva é o ponto forte do time treinado pro Leston Júnior, com 30 gols em 18 partidas. Três jogadores se destacam individualmente na equipe, são eles os meias Deysinho (seis gols) e Rene (quatro gols); e o atacante Flávio Torres (cinco gols).

O duelo de ida entre Floresta e América-RN acontece no dia 2 de janeiro (sábado), às 16 horas, na Arena Castelão. A volta será dia 10 de janeiro (domingo) na Arena das Dunas, às 16 horas. Mecão e Verdão já se enfrentaram duas vezes no certame, na primeira fase da Série D 2020. Em 26 de setembro, no estádio Domingão, em Horizonte (CE), os times empataram em 1 a 1. Já no dia 22 de novembro, na Arena das Dunas, em Natal (RN), o América-RN levou a melhor por 2 a 1.