PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

Em jogo com uma expulsão para cada lado, Ferroviário fica no empate com Manaus

Tubarão da Barra sai na frente, não segura vantagem e sofre empate na reta final da partida na Arena Castelão

Victor Hugo Pinheiro
19:54 | 06/09/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 06.09.2020: Ferroviario x Manaus, na Arena Castelão pelo Campeonato Brasileiro Serie C . em época de COVID-19.  (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 06.09.2020: Ferroviario x Manaus, na Arena Castelão pelo Campeonato Brasileiro Serie C . em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

Ferroviário e Manaus ficam no empate em 1 a 1 na Arena Castelão, neste domingo, 6, em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Os gols foram marcados de pênalti, no segundo tempo. Wellington Rato abriu o placar, enquanto Paulinho igualou o placar. Apesar do tropeço, o Tubarão assumiu a liderança do Grupo A, com 10 pontos - mesma pontuação do Santa Cruz. O time cearense leva a melhor no critério do saldo de gols.

O Ferroviário começou o jogo tentando pressionar o Manaus, porém, não conseguiu criar chances claras de gol nos minutos iniciais. As principais chegadas do Tubarão foram com jogadas ofensivas criadas pelos atacantes Siloé e Wesley. Em uma boa tabela da dupla, aos 15 minutos, o camisa 7 pedalou para cima da marcação, soltou para o camisa 11 bater, que chutou ao lado da trave. 

Buscando sair nas roubadas de bola, o Gavião assustou aos 25 do primeiro tempo, quando o lateral-direito Edvan finalizou de fora da área, obrigando o goleiro Nícolas a fazer linda defesa e mandar para escanteio. O meia Rodrigo Fumaça foi principal arma ofensiva do time visitante, sempre tentando incomodar os defensores do donos da casas com lances de velocidade. Aos 33, o time coral chegou com Siloé pela lado direito, mas faltou acertar o cruzamento para Wesley.

A melhor chance do Tubarão na primeira etapa aconteceu aos 40 minutos. Após cobrança de lateral ser cruzada na área, o atacante Willian Lira girou sobre a marcação, bateu forte e o goleiro Jonathan fez grande defesa, com a ponta dos dedos. Até o encerramento da primeira etapa, a pressão continuou, mas o time de Marcelo Vilar não conseguiu tirar o zero do placar.

O Ferroviário voltou para o segundo tempo buscando o primeiro gol da partida. Aos 12 minutos, o lateral-esquerdo Tiago Costa foi sofreu pênalti de Edvan. Na cobrança, Wellington Rato bateu, de perna esquerda, e colocou no fundo das redes. O camisa 10 marcou o seu quarto gol na Série C, todos foram marcados em batida de penalidade máxima. Aos 20, o caminho da vitória ficou mais fácil com a expulsão do zagueiro Luis Fernando, que cometeu falta dura em Wesley e levou o segundo cartão amarelo.

Com um a mais, o Tubarão da Barra conseguia controlar o jogo com muita tranquilidade, sendo eficiente na troca de passes e criando chances de gol. Apesar das inúmeras chegadas de ataque, o goleiro do Gavião conseguiu se destacar para evitar mais tentos da equipe coral. O que parecia ser uma vitória certa, se complicou aos 33 da etapa final, com pênalti cometido por Tiago Costa, que culminou na expulsão do camisa 6.

Na cobrança de pênalti, Nícolas defendeu na primeira e no rebote. Entretanto, a arbitragem assinalou outra penalidade na sequência do lance, marcando um segundo pênalti a favor dos visitantes. Na segunda chance, Paulinho colocou no fundo do gol, sem chances de defesa para o arqueiro coral. Após o placar ficar em igualdade, o Gavião pressionou, porém não teve sucesso.

Na próxima rodada, o Tubarão viaja até Salvador para enfrentar o Jacupuinse, na segunda-feira, 14, às 20 horas.

SÉRIE C: Gols de Ferroviário 1 x 1 Manaus