PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

Clássico-Rei: Ceará vence Fortaleza e jogará final da Copa do Nordeste

O Vovô derrotou o Leão pela diferença mínima, com gol do zagueiro Klaus

Gabriel Lopes
23:26 | 28/07/2020
Klaus, zagueiro do Ceará, comemorando gol sobre o Fortaleza na Copa do Nordeste (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)
Klaus, zagueiro do Ceará, comemorando gol sobre o Fortaleza na Copa do Nordeste (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)

O Ceará levou a melhor sobre o Fortaleza no primeiro Clássico-Rei jogado fora do Estado. Nesta terça-feira, 28, no estádio de Pituaçu, em Salvador, o Vovô derrotou o Leão por 1 a 0 pela semifinal da Copa do Nordeste. O zagueiro Klaus, aos 23 minutos do primeiro tempo, fez o gol da vitória do Alvinegro de Porangabuçu, de cabeça, após cruzamento de Vina.

O Ceará aguarda o vencedor do confronto entre Bahia e Confiança-SE nesta quarta-feira, 29, pela outra semifinal do Nordestão. O campeão nordestino será decidido em dois jogos, que serão disputados no próximo sábado, 1°, e na próxima terça-feira, 4.

O primeiro tempo do embate foi marcado pela forte marcação. Tanto Ceará quanto Fortaleza tiveram dificuldades em romper com o encaixe defensivo do adversário. Dessa forma, as equipes construíram praticamente todas as jogadas ofensivas a partir de lançamentos longos. Do lado do Leão, de Felipe Alves para as pontas do campo, com os laterais Bruno Melo e Gabriel Dias como alvos. Já o Vovô apostava na altura do centroavante Cléber para ganhar espaço no gramado.

A falta de criatividade causou escassez de finalização, nenhum ao gol até o minuto 23, quando aconteceu a primeira (e única) no primeiro tempo. Vina cobrou falta no lado direito do campo na cabeça de Klaus, que escapou da marcação de Quintero e Paulão, cabeceando para o fundo da rede. É o segundo gol do zagueiro em Clássicos-Rei, pois ele havia marcado na partida entre Ceará e Fortaleza da fase de grupos da Copa do Nordeste deste ano. Ele substituiu Luiz Otávio, expulso na última partida do Alvinegro, contra o Vitória-BA, pelas quartas-de-final do Nordestão.

O restante da primeira metade do jogo ficou um pouco mais aberto após o gol, pois o Leão adiantou seus jogadores, buscando superioridade numérica no campo do rival, enquanto o Vovô procurou aproveitar os espaços deixados na defesa através de contra-ataques. Contudo, nenhuma das equipes conseguiu finalizar com qualidade as oportunidades encontradas, fazendo com que nenhum dos goleiros fizesse defesas.

Na segunda metade do jogo, o Fortaleza, estando atrás no placar, tomou a iniciativa de atacar o Ceará. Contudo, a marcação forte de todos os jogadores do Alvinegro conseguiu anular as investidas do Tricolor, que não conseguiu conectar passes rápidos e objetivos entre seus homens de ataque, característica marcante do time de Rogério Ceni. Por outro lado, o Vovô se armou para jogar no contra-ataque, buscando aproveitar as lacunas deixadas pelo rival no campo defensivo.

Aos 35 minutos do segundo tempo aconteceu a chance de maior perigo a favor do Leão. Yuri César chutou de primeira da entrada da área e a bola passou próxima da trave. Porém, o lance foi exceção, devido à desorganização ofensiva da equipe.

Dessa forma, o placar se manteve com vantagem de um gol a favor do Ceará ao final do jogo, algo que garantiu a classificação do Alvinegro à final da Copa do Nordeste.