PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Floresta sofre, mas consegue empate fora no primeiro jogo das oitavas

Jogo terminou 0 a 0. Time cearense foi pressionado pelo Bragantino-PA desde os primeiros momentos do jogo. Jogo de volta ocorre dia 8, no PV

17:20 | 30/06/2019
Raimundinho assumiu a equipe em meio a Série D e já conduziu o time até a fase oitavas-de-final
Raimundinho assumiu a equipe em meio a Série D e já conduziu o time até a fase oitavas-de-final(Foto: Floresta/Divulgação)

O Floresta empatou em 0 a 0 com o Bragantino-PA, em Bragança, e traz para Fortaleza a decisão da vaga para as quartas de final da Série D 2019. O resultado do jogo da tarde deste domingo, 30, foi excelente também para o Floresta pelas circunstâncias da partida, que teve o Bragantino pressionando desde o começo e o Floresta acuado na defesa.

No jogo de volta, que será disputado no dia 8 de julho, no estádio Presidente Vargas, o Floresta precisará de uma vitória simples para se classificar — o que também vale para o Tubarão do Caeté. Novo empate leva o jogo aos pênaltis.

O JOGO

A partida foi disputada em um gramado péssimo, castigado pelas chuvas. As poças d'água atrapalharam bastante a bola de rolar direito. Isso não intimidou o time da casa a buscar o gol desde o primeiro momento. Aos 9 minutos, o atacante Fidélis recebeu lançamento longo, encarou a marcação e bateu cruzado. A bola passou perigosamente pela boca do gol até sair pela linha de fundo. Aos 14 minutos, em escanteio jogado na área, o goleiro do Floresta bateu mal na bola e zaga teve que tirar em cima da linha para impedir o gol do Bragantino. Aos 19 minutos, boa escapada do Bragantino pela direita ocasionou em cruzamento rasteiro na área. A dividida entre a zaga e o ataque fez com que a bola saísse perigosamente por cima do gol.

Demorou 28 minutos para o Floresta ter a sua primeira finalização de perigo. Após grande lançamento de Marconi, Eugênio cabeceou para grande defesa de Axel. Foi a melhor chance do Floresta em todo o jogo. A partir dali até o intervalo, o Bragantino continuou com a posse de bola, mas não conseguiu convertê-la em grandes chances. Aos 42, da entrada da área, o time da casa arriscou da entrada da área e o goleiro Carlão, bem posicionado, encaixou.

Ficou para o segundo tempo a derradeira pressão. O Floresta sequer conseguiu assustar em contra-ataques. O goleiro Carlão passou a ser o grande destaque do jogo. Aos 9, após escanteio do Floresta, o clube paraense desceu em velocidade e o meia Lukinha obrigou o goleiro Carlão a se esticar todo para defender no cantinho chute rasteiro da entrada da área

Aos 14, o Bragantino perdeu chance ainda mais clara jogo. Bola desviada sobrou limpa, dentro da pequena área para Marco Goiano. O meia, porém, não pegou bem na bola e mandou-a à esquerda do gol. Um minuto depois, o Bragantino perdeu chance ainda mais impressionante. Cruzamento da área, o goleiro Carlão não conseguiu afastar e a bola ficou viva dentro da pequena área. O atacante do Tubarão cabeceou mal, porém, e a zaga do Floresta conseguiu afastar já sem goleiro. Carlão ficou no chão reclamando e falta.

Aos 22 e 23 minutos, mais pressão. Carlão fez duas grandes defesas, a primeira ao defender cruzamento com desvio leve no caminho; a segunda, em chute cruzado vindo da esquerda. Aos 35, novamente, o Bragantino perderia uma chance clara dentro da pequena área. Edgar, livre, tentou emendar cruzamento de voleio, mas pega mal e manda à direita do gol. Dois minutos mais tarde, o Bragantino assustaria ainda mais. Lukinha acertou a trave em chute da intermediária.

Por tudo isso, foi com alívio que o Floresta recebeu o apito final. Não sem antes mais sofrimento, após sete minutos de acréscimos. Mas ficou mesmo para o Presidente Vargas a decisão.

FICHA TÉCNICA

Brasileiro Série D 2019

Bragantino 0 x 0 Floresta

Bragantino: Axel, Deco, Bruno Limão, Romário (Rony), Gabriel Gonçalves; Ricardo Capanema, Paulo de Tárcio (Mauro Ajuruteua), Lukinha, Marco Goiano (Rafinha), Fidélis e Edgar. Técnico: Robson Melo

Floresta: Carlão, Danrley, Regineldo, Caça Rato e Zé Carlos (Bryan); Marconi, Iago, Zé Aquiraz (Thalison), Alisson, Paulo Vyctor (Léo) e Eugênio. Técnico: Raimundo Wagner

Local: Estádio Olímpico São Benedito, em Bragança (Pará)

Data: 30/6/2019

Horário: 15 horas

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Ciro Chaban Junqueira (DF) e Luciano Benevides de Sousa (DF)

O Povo