PUBLICIDADE
Futebol Cearense
SÉRIE D

Ferroviário vence Campinense e garante vantagem do empate no jogo de volta

Em partida inspirada, Ferrão vence por 3 a 2 no Castelão e joga pelo empate no jogo de volta na próxima segunda-feira, 9

22:12 | 01/07/2018

(Foto: Brenno Rebouças/O POVO)

Troca de passes rápida, dribles desconcertantes e gols inspirados, Ferroviário vence Campinense em 3 a 2, em noite iluminada. Em jogo digno de Copa do Mundo, o Tubarão da Barra confirmou vantagem no confronto de volta pelas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro.

Edson Cariús, Juninho Quixadá e Jeneudeu, marcaram pelo Ferroviário, e Denílson e Danilo Bala anotaram pelo Raposa. Com a vitória,  Ferrão afastou a fama de que não se impõe em casa e manteve a invencibilidade.

Os times voltam a se enfrentar na próxima segunda-feira, 9, às 19 horas,  no Estádio Amigão em Campina Grande-PB. Sem critério de gol qualificado,  Ferroviário joga pelo empate para que está garantindo  na semifinais e na Série C em 2019.

Primeiro tempo movimentado, com as duas equipes buscando o ataque e se revezando na posse de bola. Enquanto o Ferroviário se valia de jogadas áreas com Mazinho e Edson Cariús, o Campinense trabalhava no contra-ataque. 

Foi assim que o Raposão teve a chance de abrir o placar, aos 15 minutos, mas o juiz anulou o gol. A arbitragem entendeu, após reclamação da zaga do Ferrão, que Danilo teria dominado no braço a bola lançada por Thiago Potiguar, antes de lançá-la às redes. O domínio, no entanto, foi no ombro, o que prejudicou o Campinense. O lance reacendeu o visitante, que passou a pressionar o Turabão da Barra em sequencia ofensiva.

Juninho Quixadá, aproveitando contra-ataque em velocidade, buscava o gol, quando foi derrubado na área. Na cobrança, Edson Cariús chutou forte no centro do gol e colocou, aos 24 minutos, o Ferrão à frente do placar. O empate veio, 34 minutos, com gol de cabeça de Denílson. Três minutos depois, Juninho Quixadá fez o segundo do Tubarão, em belo chute cruzado. 

Na etapa final, Ferroviário mantinha o domínio da partida, sendo seguido de perto pelos contra-ataques do Raposão. Janeudo recebeu de Juninho de Quixadá, de fora da área e de primeira, chutou forte sem chances de defesa para Jeferson. Foi o terceiro do Ferrão, aos 17 minutos. Sem se deixar abalar e tentando diminuir a vantagem, Danilo Bala ainda diminuiu para o visitante, em contra-ataque rápido, aproveitando falhas na zaga.

DOMITILA ANDRADE

Comentários