Ceará perde para Vitória no Barradão e vê distância para zona de acesso aumentar

O time de Guto Ferreira ocupa a 10ª colocação, com 33 pontos, enquanto a equipe baiana alcançou novamente a vice-liderança, com 44

O Ceará perdeu para o Vitória neste domingo, 13, por 1 a 0, no Estádio Barradão, em Salvador (BA), pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e viu a distância para a zona de acesso aumentar para oito pontos. Léo Gamalho marcou o gol da vitória baiana.

O time de Guto Ferreira ocupa a 10ª colocação, com 33 pontos, enquanto o Vitória alcançou novamente a vice-liderança, com 44.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A equipe alvinegra volta a campo no domingo, 20, às 18 horas (de Brasília), contra a Ponte Preta. O duelo será disputado na Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

O jogo

O Ceará amassou o Vitória no 1° tempo, mas deixou o campo com a derrota parcial, devido ao pênalti cometido por Erick, aos 12 minutos, convertido com excelência pelo atacante Léo Gamalho. A postura adotada pela equipe alvinegra tem dedo de Guto Ferreira, montando uma estratégia praticamente eficaz — faltou o gol — para atuar no Barradão, em Salvador.

A equipe cearense foi a campo com Jean Carlos substituindo o suspenso Chay. No ataque, Guto manteve Erick e Saulo Mineiro, colocando Nicolas como referência — o atleta foi substituído por Bissoli aos 29 minutos após sentir lesão muscular. No entanto, o camisa 9 atuou como 2° atacante, deixando espaço para o ponta-esquerda atacar o espaço nas costas da defesa baiana. O lateral-esquerdo Paulo Victor atuou, em determinados momentos, como ala, próximo ao meio-campo, contribuindo com o setor ofensivo, apoiando Jean Carlos e Saulo Mineiro.

O desempenho apresentado pelo Ceará no 1° tempo anulou o Vitória. A abertura do placar cedo, porém, deu tranquilidade para a equipe de Léo Condé buscar administrar o resultado. No entanto, a equipe deixou o gramado na etapa inicial contando ativamente com o goleiro Lucas Arcanjos, sendo o responsável por impedir os tentos do Ceará, que poderiam ter saídos dos pés de Erick, aos 37 minutos, após tabelar com Warley no lado direito, e com Jean Carlos, aos 39 e 41, em lances distintos: finalização de fora da área e uma jogada trabalhada com Saulo Mineiro, entrando na área.

Além do pênalti, o Vitória chegou próximo ao gol de Bruno Ferreira em apenas uma ocasião: aos 33, com Léo Gamalho recebendo cruzamento na área e finalizando contra o lateral-esquerdo Paulo Victor.

Na etapa decisiva, o Alvinegro de Porangabuçu seguiu pressionando o Leão da Barra. Com linha alta de marcação, empurrou a equipe adversária para o setor defensivo, mas não conseguiu criar chances de perigo como aconteceu no 1° tempo.

Após os 10 minutos o Ceará teve uma queda de ritmo, motivado pelo desgaste físico, e passou a ceder mais espaço a equipe do Vitória. A equipe baiana passou a concentrar mais as ações no campo ofensivo e, aos 24 minutos, teve a chance de ampliar o marcador, após Zé Hugo receber cruzamento nas costas da defesa e cabecear. Bruno Ferreira salvou o time cearense.

E mesmo com o bom desempenho no Barradão, o Ceará conseguiu chegar próximo da meta adversária apenas aos 26 minutos, com Saulo Mineiro aproveitando o vacilo da defesa baiana, ficando cara a cara com Lucas Arcanjos, mas parando em mais uma grande defesa.

As equipes mantiveram o mesmo cenário na etapa final e o Vitória confirmou a conquista dos três pontos como mandante, retornando a vice-liderança da Série B, com 44 pontos.

Vitória x Ceará

Vitória
Lucas Arcanjo; Yan, Camutanga (Zeca), Wagner Leonardo e Felipe Vieira; Matheus Trindade (Jhonny Lucas), Dudu e Giovanni Augusto (Wellington Nem); Mateus Gonçalves, Iury Castilho (Zé Hugo) e Léo Gamalho (Welder). Técnico: Léo Condé.

Ceará
4-3-3: Bruno Ferreira; Warley, Luiz Otávio, David Ricardo e Paulo Victor; Willian Maranhão (Willian Formiga), Breno (Zé Ricardo) e Jean Carlos (Guilherme Castilho); Saulo Mineiro, Erick (Barletta) e Nicolas (Guilherme Bissoli). Técnico: Guto Ferreira.

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (FIFA-RJ)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Gustavo Mora Correia (RJ)
Quarto Árbitro: Bruno Pereira Vasconcelos (BA)
Árbitro de Vídeo (VAR): Philip Georg Bennett (RJ)
Gols: Léo Gamalho (12'1°T)
Cartões amarelos: Camutanga, Dudu, Yan, Wellington Nem e Mateus Gonçalves (Vitória) | Breno, Paulo Victor, Bissoli e Warley (Ceará)
Cartões vermelhos: Jhonny Lucas e Wellington Nem (Vitória)

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará Ceará SC Ceará na Série B Série B Série B do Campeonato Brasileiro Vitória EC Vitória Vitória na Série B Léo Gamalho

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar