Participamos do

Ceará perde para o Palmeiras por 2 a 1 no Castelão, pela Série A

Em jogo atrasado, válido pela 19ª rodada, o Vovô foi derrotado pelo Alviverde na Arena Castelão e teve a sequência de 11 jogos de invencibilidade como mandante encerrada
21:00 | Out. 20, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará foi derrotado pelo Palmeiras por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, 20, na Arena Castelão, em jogo atrasado, válido pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Apesar de ter feito uma partida superior ao adversário, o Vovô esbarrou na boa atuação do goleiro Weverton. Zé Rafael, no primeiro tempo, e Deyverson, na etapa final, marcaram os gols para o Alviverde. Cléber descontou para o Alvinegro.

Com o resultado, o Ceará permanece na 14ª colocação, com 31 pontos. A equipe comandada pelo treinador Tiago Nunes ainda tem um jogo em atraso para cumprir, diante do Bahia, no dia 27, fora de casa. O Palmeiras sobe uma posição e passa a ocupar o terceiro lugar, com 46 pontos.

O Ceará volta a campo no sábado, 23, contra o Juventude-RS, às 17 horas, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), pela 28ª rodada. O Alviverde recebe o Sport, na segunda-feira, 25, às 21h30min, no Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O jogo

Empurrado pela torcida, o Ceará não se intimidou diante do Palmeiras e manteve a mesma postura dos últimos jogos em que atuou no Castelão. Superior durante todo o primeiro tempo, o Vovô criou boas chances para abrir o placar, mas parou no goleiro Weverton, protagonista do Verdão.

Logo aos três minutos, Lima recebeu bom passe de Erick e cruzou para Fernando Sobral. O volante chutou de primeira, mas a bola balançou as redes pelo lado de fora da baliza. O Alvinegro seguiu pressionando o clube paulista e, aos 36 minutos, após jogada ensaiada, Erick finalizou no canto esquerdo do arqueiro alviverde, que interceptou e evitou o gol.

Quatro minutos depois, Fernando Sobral arrancou pela direita, ganhou na corrida de Felipe Melo e cruzou na entrada da área para Vina, que bateu firme, no contrapé de Weverton, mas o goleiro se jogou para fazer uma grande defesa.

Já no fim da primeira etapa, o banho de água fria. O juiz marcou mão de Luiz Otávio próximo a meia lua da área alvinegra e assinalou falta para o Palmeiras. Na cobrança, Zé Rafael bateu com categoria, enquanto Richard, de joelhos, viu a bola entrar.

Atrás no placar, o Vovô voltou para a etapa final buscando o empate. O Alvinegro trocava passes e tentava encontrar espaços na defesa alviverde, que passou a adotar uma postura reativa, visando explorar os contra-ataques.

Tiago Nunes tentou revigorar as forças da equipe realizando substituições no setor ofensivo. Mendoza, Jorginho e Cléber entraram no lugar de Vina, Lima e Marlon. O Ceará conseguia se aproximar da área e criar boas situações, mas pecava nas conclusões das jogadas, sendo ineficiente no último passe ou na finalização.

Por falar em eficiência, este fator não faltou para a equipe comandada por Abel Ferreira. Aos 26 minutos o Alviverde ampliou o placar. Scarpa recebeu passe em profundidade pela esquerda e tocou para Deyverson, que escorou a bola para o fundo das redes.

Já no fim da partida, o Vovô ainda ensaiou uma reação. Cléber aproveitou bate e rebate na área e marcou para o Alvinegro, dando esperança para os torcedores nos minutos finais. O Ceará até tentou, mas não conseguiu igualar o placar.

A derrota encerra uma sequência de 11 jogos de invencibilidade do Vovô na Arena Castelão — e também a invencibilidade atuando como mandante contra as equipes que compõem o atual G-6.

Made with Flourishma

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags