Participamos do

Ceará negou empréstimo do atacante Cléber para a Alemanha; entenda os motivos

Diretoria Alvinegra só vê sentido na transação e Cléber for vendido imediatamente. Multa rescisória do jogador é alta
15:45 | Ago. 25, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará negou a oferta de um clube alemão, que não teve o nome revelado, para contar com o atacante Cléber por empréstimo, com possibilidade de compra ao fim do vínculo. Para a diretoria alvinegra, esse modelo de negócio não interessa no momento e a única possibilidade do jogador deixar o clube agora é se for comprado.

O valor da multa rescisória do centroavante, porém, é altíssimo. Em entrevista à rádio O POVO CBN em agosto de 2020, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, afirmou ter dobrado o valor da cláusula quando renovou o contrato do atleta até o fim de 2023, passando a cobrar 50 milhões de euros (R$ 308 milhões) para qualquer time do exterior.

É claro que o Vovô não vai encontrar quem pague esta quantia pelo atacante, mas o valor é colocado alto justamente para proteção e para poder negociar as melhores cifras possíveis em caso de uma venda.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O Alvinegro, no entanto, não está desesperado para vender Cléber. O jogador tem apenas 24 anos e ainda muito potencial de mercado. Como ainda tem duas temporadas pela frente em Porangabuçu, ele tem a possibilidade de engrenar um momento melhor, como já viveu em 2020, e ficar ainda mais valorizado que atualmente, o que poderia render uma transação ainda mais interessante para o Vovô.

Quanto ao retorno técnico, Cléber tem sido titular do Ceará, mesmo com Jael no elenco. O centroavante tem a preferência de Guto Ferreira por ser mais que apenas um homem de área, já que ajuda bastante na recomposição, marcação e em outras situações.

Perder Cléber e ter dinheiro na mão para buscar uma peça melhor no mercado pode valer a pena, mas emprestá-lo e contar apenas com Jael (de origem) para a posição de centroavante seria arriscado. Uma compensação financeira numa transação desse tipo teria que ser um valor bastante considerável para que o Vovô ganhasse poder de fogo no mercado, que está perto de se fechar por completo — dia 30/8 fecha a janela internacional e dia 24/9 encerra o período de contratação para a Série A.

A janela de transferências do futebol alemão fecha na terça-feira, 31, segundo o portal especializado Transfermkt, e se o clube interessado em Cléber quiser muito contar com ele e decidir comprá-lo, terá que agir rápido para não deixar passar a oportunidade.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags