PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

No último lance do jogo, Ceará marca e vence o Athletico-PR no Castelão; veja o gol

Importante resultado estica a sequência invicta do Vovô na Série A para oito jogos e alça a equipe para o G6 na parcial da 12ª rodada da competição

Lucas Mota
19:01 | 17/07/2021
Wendson marcou o primeiro gol com a camisa do Ceará.  (Foto: Felipe Santos / Ceará SC)
Wendson marcou o primeiro gol com a camisa do Ceará. (Foto: Felipe Santos / Ceará SC)

Vitória emocionante nos acréscimos. No último lance da partida, o Ceará marcou com Wendson e bateu o Athletico-PR por 1 a 0 na noite deste sábado, 17, no Castelão. Importante resultado estica a sequência invicta do Vovô na Série A para oito jogos e alça a equipe para o G6 na parcial da 12ª rodada da competição.

"É algo inexplicável. Eu e minha família sabemos o quanto eu trabalho para isso. O pessoal do Ceará costuma dizer que é um time de guerreiros e a gente não desiste. Eu fui feliz demais no último lance. Estou muito feliz", comentou Wendson após a partida.

Com o resultado, o Ceará quebra o tabu sem triunfos sobre o Athletico-PR que durava nove anos. Vitória maiúscula na base de superação para dar ainda mais combustível para o Alvinegro seguir subindo na tabela do Brasileirão.

O time do Porangabuçu ostenta o melhor início na competição desde que retornou à elite, somando quatro vitórias, seis empates e duas derrotas, com 50% de aproveitamento. O triunfo sobre o Furacão foi o terceiro no Castelão nos últimos quatro jogos, mostrando a força em da equipe como mandante. O Vovô só volta a campo agora no próximo domingo, 25, para encarar o Sport, em Recife.

Com a derrota, o Furacão estacionou na quinta posição com 20 pontos. A equipe comandada por António Oliveira entra em campo novamente na terça-feira, 20, em duelo decisivo contra o América de Cali pelas oitavas de final da Sul-Americana.

O jogo

Em 90 minutos de bola rolando, foram poucas chances claras de gol, sendo as melhores do Vovô. Antes de Wendson empurrar a bola para o fundo das redes nos acréscimos, Cléber teve duas oportunidades, parando no goleiro Bento em uma delas e na outra acertando a trave. Vina também desperdiçou lance crucial dentro da área.

No primeiro tempo, o Ceará teve dificuldades para se livrar das linhas de marcação aproximadas e adiantadas do adversário até os 15 minutos. Os cearenses erravam passes na criação ou no momento da conclusão das jogadas, cedendo o contra-ataque para os paranaenses. Aos 11 minutos, Carlos Eduardo recebeu livre dentro da área, mas falhou no arremate.

Nos 30 minutos finais, o Alvinegro cresceu na partida, conseguiu avançar no campo ofensivo, quebrando as linhas de marcação do rival, e criou a melhor chance da partida, com Cléber, que dentro da área chutou em cima do goleiro Bento. 

A principal chance do Furacão foi em contra-ataque que terminou no arremate de Carlos Eduardo, aos 34 minutos, para a defesa de Richard. O Vovô ficou mais com a bola no primeiro tempo, com 55% de posse, porém faltou ser mais agressivo.

Na segunda etapa, Ceará e Athletico-PR voltaram com ritmo mais intenso. No primeiro lance, Cléber arriscou de fora da área e acertou a trave do goleiro Bento.

Apesar da correria inicial, foram poucas chances claras. Só aos 17 minutos veio a oportunidade de abrir o placar, mais uma vez com o Ceará. Com a pressão na saída de bola do Athletico-PR, a pelota sobrou para Vina, dentro da área e de frente para o goleiro adversário, finalizar para fora.

Em busca da reação, o técnico do Furacão promoveu a entrada do trio ofensivo titular, que foi poupado no primeiro tempo: Vitinho, Nikão e Terans. Entretanto, as alterações não surtiram o efeito desejado. O Athletico-PR não criou nenhuma grande chance de gol.

No decorrer do segundo tempo, os cearenses também não assustaram mais o rival até o lance decisivo. Quando o empate parecia se concretizar, o Alvinegro teve escanteio para cobrar. Kelvyn mandou na área, Messias desviou e Wendson colocou na rede para confirmar o triunfo no Castelão.

Ficha técnica
Ceará 1 x 0 Athletico-PR

Ceará
4-2-3-1: Richard; Buiú, Messias, Lacerda e Bruno Pacheco; Marlon (Kelvyn) e Fernando Sobral (Naressi); Lima, Vina (Wendson) e Rick (Yony); Cléber (Cristiano). Téc: Guto Ferreira

Athletico-PR
4-4-2: Bento; Khellven, P. Henrique, Ivaldo e Nícolas; Carlos Eduardo (Nikão), Christian, Cittadini e M. Azevedo (Vitinho); Jadson (Terans) e Renato Kayzer (Matheus Babi). Téc: António Oliveira

Gol: 52MIN/2T - Wendson
Data: 17/7/2021
Horário: 17 horas
Local: Castelão
Árbitro: Marielson Alves Silva-BA
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira-BA e Jucimar dos Santos Dias-BA
VAR: Marcio Henrique de Goias-SP
Cartões amarelos: Marlon, Lima, Buiú e Cristiano (CEA); Nikão, Vitinho e Cittadini (ATH)

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Esportes O POVO (de