PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Noticia

Em São Januário, Ceará empata sem gols com Fluminense pelo Brasileirão

Com boa atuação do goleiro Richard, Alvinegro segura 0 a 0 com o Tricolor das Laranjeiras fora de casa e chega ao sexto jogo seguido invicto na competição nacional

23:26 | 07/07/2021
Volante Fernando Sobral marca atacante Biel no jogo Fluminense x Ceará, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro Série A (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Volante Fernando Sobral marca atacante Biel no jogo Fluminense x Ceará, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro Série A (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Em jogo truncado, o Ceará empatou em 0 a 0 com o Fluminense-RJ, nesta quarta-feira, 7, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com pouca criatividade ofensiva, o Alvinegro contou com boa atuação do goleiro Richard, que realizou defesas importantes para garantir o terceiro jogo consecutivo sem a meta vazada. O Tricolor das Laranjeiras chegou a balançar as redes, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento após revisão do VAR.

Com o resultado, o Vovô chega a 14 pontos na classificação. A próxima partida será novamente fora de casa: visita o Cuiabá-MT, domingo, 11, às 18h15min, na Arena Pantanal, pela 11ª rodada do Brasileirão.

O jogo

Com baixas no setor ofensivo, o técnico Guto Ferreira fez duas mudanças no Ceará para o duelo em solo carioca: sem o meia Jorginho, que levou 17 pontos após pancada na boca, e o atacante Saulo Mineiro, ausente do confronto pela negociação com o futebol japonês, Vina e Cléber apareceram entre os titulares.

No primeiro tempo, o Fluminense-RJ teve o domínio das ações, com mais posse de bola e maior presença ofensiva. Os donos da casa chegaram a perder o atacante Fred, que sofreu lesão muscular, mas não diminuiu o ímpeto.

Logo aos dois minutos, Luiz Henrique chutou da entrada da área, Buiú tentou cortar de carrinho, e a bola sobrou para Caio Paulista, que completou para o gol. O lance foi revisado pelo VAR, e o árbitro Ramon Abatti Abel anulou o gol por impedimento.

Aos 10, Egídio avançou pela esquerda e tocou para Fred, que lançou Caio Paulista em profundidade. O camisa 70 recebeu na área e bateu cruzado à esquerda de Richard. Cinco minutos depois, o experiente camisa 9 serviu Luiz Henrique, que finalizou por cima da meta alvinegra.

O Alvinegro finalizou pela primeira vez aos 21, quando Marlon arriscou chute de longa distância e Marcos Felipe fez a defesa. Oito minutos mais tarde, Mendoza carregou a bola pela esquerda, bateu forte da entrada da área e levou perigo à direita do arqueiro tricolor. Aos 43 foi a vez de Vina cobrar falta cruzada e ver o goleiro socar a bola.

No último lance de perigo da primeira etapa, após bate-rebate em frente à área cearense, aos 46 minutos, a bola sobrou para Caio Paulista, que limpou o lance em meio a três marcadores e bateu forte por cima do gol de Richard, com perigo.

Na volta do intervalo, o Tricolor das Laranjeiras manteve a postura ofensiva e obrigou o goleiro alvinegro a trabalhar logo nos primeiros minutos da segunda etapa. Aos dois, Caio Paulista fez jogada individual pela direita, puxou para o meio, livrando-se da marcação, e bateu cruzado de perna esquerda para boa defesa de Richard, que mandou para escanteio.

Na cobrança de Egídio, no minuto seguinte, Lucca subiu mais do que a defesa visitante e testou firme firme. O camisa 91 do Vovô apareceu novamente e defendeu com uma mão só, evitando o gol dos donos da casa. O Ceará tentou responder em chute de longa distância de Lima, aos 17, e finalização de fora da área de Mendoza, defendida por Marcos Felipe, aos 21.

O Fluminense-RJ voltou a aparecer no campo de ataque e criou novas chances de gol. Aos 23, Lucca recebeu cruzamento e cabeceou para defesa de Richard. Dez minutos depois, Cazares mandou a bola para a área, Biel subiu livre entre os dois zagueiros e testou por cima da meta.

Nos acréscimos, em cobrança de falta próxima à área, Nenê mandou direito para o gol, e Richard tocou com a ponta dos dedos para mandar para escanteio. O confronto seguiu truncado até o final e o 0 a 0 persistiu no placar de São Januário.