Participamos do

Com gol nos acréscimos, Ceará vence Atlético-MG por 2 a 1 no Castelão

Vovô sai na frente, cede empate e garante triunfo sobre o Galo nos minutos finais. Alvinegro encerra jejum e consegue segunda vitória no Brasileirão
21:02 | Jun. 24, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Repórter de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará venceu o Atlético-MG por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, 24, na Arena Castelão, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, encerrou a sequência de seis jogos sem triunfo na temporada e conseguiu o segundo resultado positivo na competição nacional.

O Vovô abriu o placar logo aos dois minutos, com gol do meia Lima, que completou o 100º jogo com a camisa alvinegra. Os donos da casa tiveram chances de ampliar, mas esbarraram no goleiro Everson, e viram Gabriel empatar para o Galo no segundo tempo. Nos acréscimos, Gabriel Lacerda aproveitou cobrança de falta de Vina para garantir os três pontos.

A vitória põe fim ao jejum de três derrotas e três empates consecutivos - entre Série A e Copa do Brasil.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Agora com oito pontos na classificação, o próximo compromisso da equipe de Porangabuçu será novamente no Gigante da Boa Vista: encara o São Paulo, domingo, 27, a partir das 20h30min, pela sétima rodada do Brasileirão.

O jogo

Ainda com desfalques por Covid-19, o técnico Guto Ferreira repetiu a escalação que empatou em 1 a 1 com o Internacional-RS, no Beira-Rio. Do outro lado, Cuca teve baixas por suspensão, lesão, convocações e Covid e precisou mexer na escalação do Atlético-MG. O entrosamento pesou a favor dos donos da casa, que abriram o placar logo cedo e tiveram chance de ampliar na primeira etapa.

Ainda aos dois minutos, em saída de jogo dos mineiros, o goleiro Everson errou passe, Lima dominou na entrada da área e encheu o pé esquerdo em chute rasteiro para acertar o canto esquerdo da meta e abrir o placar no Castelão.

O tento ditou a dinâmica do duleo, com o Vovô mais presente no campo ofensivo e tentando explorar os contra-ataques. Cinco minutos depois, Mendoza experimentou chute de fora da área e Everson encaixou no meio do gol. O Galo tentou responder aos 14, em finalização de Keno por cima da meta.

A partir daí, o Alvinegro criou oportunidades mais perigosas e obrigou o camisa 22 visitante a trabalhar. Aos 28 minutos, em contragolpe, Mendoza acertou bom lançamento para Saulo Mineiro na ponta direita, e o camisa 73 tocou rasteiro por Lima, que recebeu livre e chutou cara a cara com Everson para defesa do arqueiro.

Saulo Mineiro, de cabeça, e Mendoza, em chute de primeira, também arriscaram. Aos 40, Lima recebeu passe na entrada da área, limpou dois marcadores, finalizou, a bola desviou em Bueno e Everson se esticou para espalmar para fora. O Atlético-MG experimentou em chute de longa distância de Guilherme Arana, defendido por Vinícius Machado.

Nos instantes finais do primeiro tempo, o Ceará teve nova chance para ampliar a vantagem parcial: aos 47, Guga escorregou ao tentar dominar a bola na defesa, Mendoza deu belo passe para Jorginho da entrada da área, e o camisa 16 bateu forte de perna esquerda, obrigando Everson a se esticar para espalmar para escanteio.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Cuca lançou mão de alterações e viu o Atlético-MG adotar postura mais ofensiva em campo para tentar o empate. Aos três minutos, Keno recebeu lançamento no lado esquerdo, dominou na entrada da área e bateu forte à direita de Vinícius Machado. Dois minutos depois, o camisa 11 partiu em velocidade, driblou Fernando Sobral e invadiu a área para cruzar para Hulk, que cabeceou à esquerda do gol.

Aos 10 minutos, o camisa 7 do Galo recebeu passe na intermediária, carregou a bola e encheu o pé direito para disparar chute rasteiro perigo à direita da meta. Aos 15, foi a vez de Tchê Tchê experimentar arremate de fora da área para fora. Quatro minutos mais tarde, Keno cruzou da esquerda, Hulk subiu mais do que a zaga, mas só resvalou e viu a bola sair à esquerda do arqueiro do Ceará.

A insistência mineira acabou premiada com o gol de empate. Aos 26 minutos, Réver aproveitou cobrança de escanteio, subiu mais do que a zaga alvinegra e testou firme para Vinícius Machado espalmar para escanteio. Na cobrança de Guga, Hulk desviou na primeira trave, Gabriel recebeu livre e cabeceou cruzado, no contrapé do goleiro mandante, para deixar tudo igual.

Três minutos depois, Hulk partiu em velocidade pela ponta direita, venceu o duelo com Gabriel Lacerda e invadiu a área para bater cruzado, parando na defesa de Vinícius. No contra-ataque, Saulo Mineiro carregou a bola da intermediária, limpou a marcação e chutou da entrada da área para defesa de Everson. No minuto seguinte, Mendoza arriscou e viu o camisa 22 aparecer novamente.

Na reta final do confronto alvinegro, o Atlético-MG tentou a virada, mas o Ceará conseguiu assegurar o segundo triunfo na Série A. Aos 37, Keno recebeu passe em profundidade no meio de três marcadores, livrou-se de Messias e bateu forte para defesa de Vinícius Machado.

Aos 50, Vina bateu falta cruzada, Gabriel Lacerda mergulhou e desviou de cabeça para garantir o 2 a 1 em falha de Everson. Ao final do jogo, o arqueiro do time mineiro pediu desculpas aos torcedores e companheiros pela atuação no revés no Castelão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags