PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Noticia

Em live com Guto e Vina, Robinson de Castro nega crise interna no Ceará e pede apoio da torcida

Ao lado do técnico e do meia, presidente do Vovô lamenta resultados negativos na temporada e projeta recuperação: "Futebol tem que ser equilibrado"

19:36 | 15/06/2021
Guto Ferreira, Vina e Robinson de Castro em live no gramado do estádio Carlos de Alencar Pinto (Foto: Reprodução)
Guto Ferreira, Vina e Robinson de Castro em live no gramado do estádio Carlos de Alencar Pinto (Foto: Reprodução)

Ao lado do técnico Guto Ferreira e do meia Vina, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, realizou live na tarde desta terça-feira, 15, no gramado do estádio Carlos de Alencar Pinto, negou crise interna no clube e pediu apoio da torcida para a sequência da temporada.

Em cerca de sete minutos, o mandatário do Alvinegro lamentou a perda do título do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste e reconheceu que houve falhas, mas rechaçou problemas entre comissão técnica e jogadores. O treinador e o camisa 29 também se manifestaram e projetaram a reabilitação da equipe com boa campanha na Série A.

"Estou aqui na nossa sede, vai iniciar o treinamento, vou aproveitar e falar com vocês diretamente. Muita conversa, muita informação desencontrada, muita futrica, muita fofoca também. O pessoal aproveita, quando o resultado não vem, começa a ter uma série de histórias, a criar uma série de situações que não procedem, longe disso. Nós tivemos realmente alguns momentos em que os resultados não vieram, mas não foi falta de trabalho, não foi por falta de dignidade e tenho certeza que todos aqui do Ceará estão imbuídos em fazer o melhor", iniciou o dirigente.

"Estou aqui com o Guto, com o Vina, dois grandes protagonistas do clube, caras que fizeram e fazem história com a gente. Ano passado foram destaques e hoje cria-se uma celeuma sem necessidade. Eu sei que alguns setores acabam insuflando isso. Quando o resultado não vem, o torcedor fica mais vulnerável. Mas eu quero, primeiro, tranquilizar vocês que não existe nada, nada de desarmonia aqui no clube, de grupo rachado, de situações de atraso, enfim. Tudo isso faz parte do futebol. Vocês já estão acostumados com isso. Toda vida que nós entramos em uma situação de dificuldade acontece isso. O que nós estamos precisando agora? Apoio. É hora de apoiar, a hora agora é de chegar junto, confiar, principalmente em quem já fez pelo clube. O Guto está aqui há mais de um ano com a gente, talvez o treinador mais longevo da Série A, e o Vina dispensa comentários. Atleta que foi o grande destaque nosso ano passado, escolhido o melhor meia do campeonato, foi um dos principais nomes do Campeonato Brasileiro, escolheu ficar no Ceará, permanecer com a gente mais uma temporada, mesmo tendo tido outras propostas, outras opções. E agora, como qualquer um, passa um momento ruim, problema técnico, não está bem, não encaixou ainda. Mas a gente que faz parte do futebol, o que a gente não pode é começar a ver coisa que não existe e estimular isso. Então não vamos nos impressionar, ficar pegando corda de alguns setores. Nós temos que ser bem equilibrados, porque futebol também é equilíbrio. Imagine aí a minha posição se eu fosse achar que tudo que dizem é verdade? Primeiro que não é, segundo que eu não estou aqui para esconder nada de ninguém. O clube tem sido muito transparente com todo mundo", garantiu.

Questionado pelo presidente sobre a reabilitação do Vovô, Guto Ferreira mostrou otimismo para uma recuperação rápida, disse que a eliminação da Copa do Brasil para o Fortaleza pode ter influenciado nas críticas e afirmou que o objetivo é realizar uma campanha no Brasileirão superior à da temporada 2020.

"Com certeza, com certeza. Nós estamos vivendo um momento que com certeza vai passar rapidinho. Talvez esteja nessa situação devido ao clássico, que fomos muito mal, a gente admite, mas não vai faltar trabalho, não está faltando trabalho, não está faltando vontade de reverter, e a gente não vê a hora de conseguir, já nesse próximo jogo, reverter tudo isso para trazer tranquilidade. Esse ano nós buscamos fazer melhor do que no ano passado nessa participação no Brasileirão, pode ter certeza disso. Nós vamos fazer melhor do que no ano passado", assegurou.

Cobrado por torcedores no desembarque da delegação na última segunda-feira, 14, no aeroporto de Fortaleza, Vina recebeu apoio de Robinson de Castro, reforçou que optou por permanecer no clube quando renovou contrato até 2024 e apontou a fase negativa como oportunidade para fortalecer o grupo.

"Vamos apoiar. O Vina é um cara que tem tido, com a gente, sempre um comportamento muito firme, muito correto, muito honesto. Pô, o cara está em um momento de dificuldade técnica, sei lá, não conseguiu reencontrar o futebol, mas é hora de dar uma força, pô. Que é isso, gente? Vocês queriam que ele tivesse ido embora? O cara é o grande nome do nosso time na última temporada. Confio no Vina, você vai dar a volta por cima, nós vamos comemorar muita coisa juntos. Conte com o clube. Releva isso, faz parte. Vamos focar, vamos trabalho, eu tenho certeza que as coisas vão voltar ao normal", disse Robinson de Castro.

"A gente sabe que futebol é resultado. A partir do momento que os resultados não vêm, acabam criando coisas, mas o grupo está unido. A gente sabe que só juntos pode reverter essa situação. Minha relação com o Guto sempre foi a melhor possível. Óbvio que, em alguns momentos, a gente tem algumas divergências de pensamento, mas sempre conversa, sempre tentando se ajustar em prol do Ceará. Eu escolhi estar aqui, escolhi ficar, desde a primeira vez que eu vim, escolhi pelo planejamento e depois escolhi ficar aqui para fazer história. Futebol é resultado. Sempre quando você ganha, cria um ambiente bacana, mas são nesses momentos que a gente cria força no grupo para, dentro de campo, poder estar voltando a vencer. Agora temos o Campeonato Brasileiro, onde temos essa possibilidade, em dezembro, de estar comemorando algo muito grande e esquecer o que passou. Agora o pensamento é total no Campeonato Brasileiro para a gente fazer história", respondeu o meia.

Por fim, Robinson pediu desculpas aos torcedores pelos resultados em 2021 e por eventuais declarações, tratou o grupo como uma família e convocou os torcedores a formarem uma corrente de apoio.

"Vamos desculpar aí também, a gente fez muito para conseguir os nossos objetivos. Chegamos à final da Copa do Nordeste, por pouco, pela decisão de pênaltis, acabou deixando escapar, o próprio Campeonato Cearense, que a gente teve que mesclar muito o nosso time, chegamos em desvantagem contra o nosso rival. Enfim, mas houve falhas também, houve equívocos, momentos em que a gente poderia ter dado um pouco mais, mas nunca de forma que a gente estivesse fazendo isso sem estar com o coração pensando no clube. Então desculpar também qualquer palavra mal colocada por quem quer que seja, às vezes em um desabafo, as pessoas interpretam, aproveitam o momento e exageram nas interpretações, mas eu quero dizer que nós somos uma família. E nessa família aqui nós estamos juntos, unidos, e queremos convidar você a fazer parte da família. Porque se a gente estiver junto, o Ceará, como dizia o nosso ex-presidente, é imbatível. Vamos nos unir, vamos somar, não tem motivo para desespero. Nós estamos organizados, o clube está organizado, as coisas estão acontecendo, estamos trabalhando e vamos buscar os resultados. Está todo mundo com saúde, vamos recuperar alguns jogadores que estavam lesionados e vamos para a guerra. Agora é hora de juntar e vamos para cima", finalizou.