PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Noticia

Na Argentina, Ceará empata com Arsenal de Sarandí pela Copa Sul-Americana

Vovô pressiona donos da casa, cria oportunidades, mas fica no 0 a 0 pela segunda rodada do torneio continental

23:25 | 27/04/2021
Jogador do Arsenal Gaston Benavidez (C) disputa bola com Lima e Vina, do Ceará, em jogo da Copa Sul-Americana 2021 no estádio Julio Humberto Grondona, em Buenos Aires.  (Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP)
Jogador do Arsenal Gaston Benavidez (C) disputa bola com Lima e Vina, do Ceará, em jogo da Copa Sul-Americana 2021 no estádio Julio Humberto Grondona, em Buenos Aires. (Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP)

No primeiro jogo internacional em 106 anos de história, o Ceará pressionou, criou boas oportunidades de balançar as redes, mas ficou no 0 a 0 com o Arsenal de Sarandí, da Argentina, netsa terça-feira, 27, no estádio Julio Humberto Grondona, em Avellaneda, pela segunda rodada da Copa Sul-Americana.

Com o resultado, o Vovô chega a quatro pontos, na liderança do Grupo C. O próximo compromisso pelo torneio continental será contra o Bolívar, da Bolívia, no próximo dia 5, às 19h15min, no estádio Hernando Siles, em La Paz.

Antes disso, o time de Porangabuçu volta no próximo sábado, 1, diante do Bahia, às 16 horas, no estádio de Pituaçu, em Salvador, pela final da Copa do Nordeste.

Duelo truncado e pegado

Para o confronto no país vizinho, o técnico Guto Ferreira não poupou atletas visando a decisão do Nordestão e manteve a base da equipe dos últimos jogos, com o retorno do volante Oliveira, recuperado de lesão. Apesar do entrosamento a favor, a equipe esbarrou no sistema defensivo adversário e apostou em arremates de média distância.

Os donos da casa, por sua vez, fizeram um jogo mais físico e exploraram as bolas aéreas em cobranças de faltas e escanteios. A primeira finalização na meta foi do Vovô, aos nove minutos, quando Felipe Vizeu bateu de fora da área e viu o goleiro Medina encaixar a bola.

Aos 27, após cobrança de falta cruzada, a defesa cearense cortou parcialmente, e a sobra ficou Soraire, que bateu de primeira à direita de Richard. Dez minutos depois, o Alvinegro respondeu com Mendoza, que recebeu passe na ponta direita, dominou, ajeitou e bateu forte no canto, mas o arqueiro se esticou para espalmar para escanteio.

Os visitantes assustaram novamente aos 40, quando Gabriel Dias finalizou forte de fora da área e obrigou Medina a fazer nova intervenção. Na sequência do lance foi a vez de Vina chutar, mas a bola saiu por cima do gol. No último minuto do primeiro tempo, em nova bola parada, Mendez subiu livre em cobrança de falta e cabeceou com perigo à esquerda de Richard.

Vovô pressiona, mas não marca

Na volta para a segunda etapa, o Ceará adotou postura mais ofensiva, teve maior volume de jogo e criou boas oportunidades de marcar para vencer o duelo, mas não teve êxito. Logo aos seis minutos, Lima fez jogada individual pela direita, bateu rasteiro à direita de Medina e levou perigo.

Aos 18, em troca de passes no setor ofensivo, Vina tabelou com Felipe Vizeu e serviu Lima, que recebeu livre na ponta esquerda da área, ajeitou e bateu colocado por cima do gol. Dois minutos depois, Vina recebeu passe na entrada da área e chutou por cima da meta argentina.

O Arsenal tentou responder aos 26, em nova bola aérea, mas a cabeçada após escanteio saiu fraca, e Richard defendeu sem esforço. No minuto seguinte, em contra-ataque alvinegro, Mendoza recebeu passe na ponta direita, ajeitou e bateu para fora. O camisa 10 apareceu novamente aos 32, quando recebeu bola na área e bateu rasteiro cruzado, mas viu Medina defender.

Na reta final do confronto, após mudanças promovidas pelo técnico Guto Ferreira, o Vovô ainda teve boas chances com os atacantes Jael e Saulo Mineiro, mas esbarrou no goleiro adversário e na trave e ficou no empate sem gols em solo estrangeiro.