PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Com Vina decisivo, Ceará derrota Vitória e repete chegada invicta à final da Copa do Nordeste

Alvinegro supera clube baiano, por 2 a 0, com gols de Messias e Vina na Arena Castelão. Atual campeão do Nordestão, Vovô jogará decisão contra vencedor de Fortaleza e Bahia

Victor Hugo Pinheiro
18:00 | 24/04/2021
Vina comemora gol marcado diante do Vitória em partida do Ceará válida pela semifinal da Copa do Nordeste 2021, na Arena Castelão.  (Foto: Fábio Lima/ O POVO)
Vina comemora gol marcado diante do Vitória em partida do Ceará válida pela semifinal da Copa do Nordeste 2021, na Arena Castelão. (Foto: Fábio Lima/ O POVO)

O Ceará está na final da Copa do Nordeste pelo segundo ano consecutivo. Em duelo disputado na Arena Castelão, o Alvinegro superou o Vitória, por 2 a 0, na tarde deste sábado, 24, pela semifinal da competição regional. Os gols do Vovô foram marcados por Vina e Messias - com assistência do camisa 29 - no primeiro tempo. Atual campeão da Lampions League, o time de Guto Ferreira vai em busca o tricampeonato e repete a caminhada invicta dos títulos anteriores (2015 e 2020).

Apontado como azarão, o Rubro-Negro começou a partida com mais volume e quase abriu o placar no primeiro ataque de perigo. Aos 4 minutos, David saiu de frente para o gol, e Richard fez a defesa. O Alvinegro foi crescendo no confronto, ficando mais com a bola e presente no campo ofensivo. Aos 22, a defesa do visitante cortou errado, a bola bateu no travessão e Vina completou com o gol vazio - deixando o Vovô em vantagem.

O Vovô aumentou o placar na reta final do primeiro tempo, aos 40 minutos. Em cobrança ensaiada, Vina cruzou na cabeça de Messias, que finalizou com muita categoria - sem nenhuma chance de defesa. O zagueiro fez o primeiro tento com a camisa alvinegra. A equipe de Guto Ferreira mostrou eficiência nos lances ofensivos e encaminhou a classificação na primeira parte da semifinal.

O Ceará voltou para o segundo tempo com a postura de administrar o placar favorável e sair em escapadas de velocidade. O Vitória partiu para o ataque em busca de reverter a desvantagem. Aos 9 minutos, o clube baiano teve dois lances de perigo. Soares bateu colocado, mas Richard espalmou. Na sequência da jogada, Eduardo finalizou por cima do gol. Apesar da persistência em atacar, os visitantes não tiveram sucesso nos lances ofensivos.

Já nos acréscimos da semifinal, o Ceará perdeu Gabriel Dias por expulsão. Depois do lateral-direito se envolver em lance com Wesley, o jogador do clube baiano ficou reclamando de uma pancada no rosto. O árbitro Zandick Gondim Alves deu cartão vermelho ao jogador do Vovô após consulta no monitor do VAR. A decisão revoltou jogadores e comissão técnica do Ceará, que protestaram contra a equipe de arbitragem.