PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Klaus nega que Ceará tenha se acomodado após conquistar 45 pontos no Brasileirão

Após alcançar média que garante time na elite do futebol por mais uma temporada, Alvinegro de Porangabuçu somou três derrotas e um empate no certame

Iara Costa
21:19 | 17/02/2021
Klaus, zagueiro do Ceará, em entrevista coletiva guiada (Foto: Marcelo Vidal/Ceará SC)
Klaus, zagueiro do Ceará, em entrevista coletiva guiada (Foto: Marcelo Vidal/Ceará SC)

Com uma campanha consistente no Brasileirão Série A 2020, o Ceará alcançou na 32ª rodada do torneio os 45 pontos, média que garante o time na elite do futebol por mais uma temporada. Entretanto, após alcançar o feito, o Alvinegro de Porangabuçu acabou por somar três derrotas e um empate na competição.

Em coletiva cedida nesta quarta-feira, 17, o zagueiro Klaus negou que os números retratem qualquer acomodação do time para com o torneio. "Não foi acomodação. A gente lamenta ter perdido esses pontos, pois eram confrontos diretos esses jogos, mas fizemos boas partidas. Não saímos com os pontos, mas lutamos até o fim. Há também a questão da tabela. Acho que a gente vem numa colocação muito boa e ainda temos objetivos dentro da competição. Não podemos deixar de lado tudo que conquistamos nessa partida. A gente vem fazendo um bom Brasileirão, lamentamos os pontos que perdemos", disse o jogador.

O Ceará ainda possui dois jogos para disputar até o final do campeonato e ambos são contra dois times rebaixados - Coritiba e Botafogo. O Vovô precisa somente de dois pontos para se confirmar na Copa Sul-Americana 2021. Klaus crê, no entanto, que o elenco não deve subestimar os próximos adversários nas rodadas finais. 

"Acho que a gente viu que dentro da competição não tem jogo fácil. Não podemos menosprezar o adversário, temos que continuar trabalhando. Temos objetivos dentro da competição e com certeza vamos lidar com o adversário com respeito, mas vamos em busca desses três pontos, pois ainda temos objetivos e esses três pontos serão importantes para nós", ressaltou. 

Veja outros pontos da coletiva cedida por Klaus, do Ceará

Posição em campo: "Essa escolha vem do Guto. Eu e Pagnussat não temos essa preferência. Quando a gente joga junto, ele vai para a esquerda, eu pela direita e isso aconteceu antes, na semifinal da Copa do Nordeste. Acredito que o Guto tenha essa preferência e a gente cumpre essas ordens. Acho que está dando certo nessa formação".

Oportunidade de atuar na reta final do Brasileirão: "Nós sempre temos que estar preparados para as oportunidades quando elas surgirem. Nos últimos jogos a oportunidade surgiu, ocupei bem meu espaço, acho que fui bem e isso não faz muita diferença. A gente tem uma disputa sadia durante a temporada e nos treinamentos e quem tem a oportunidade agarra da melhor forma".