PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Na Vila Belmiro, Ceará empata com Santos pelo Brasileirão; veja os gols

O Alvinegro de Porangabuçu saiu atrás no placar, mas chegou à igualdade ainda na primeira etapa

Gabriel Lopes
20:15 | 27/12/2020
Samuel Xavier foi autor do gol de empate do Ceará contra o Santos na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)
Samuel Xavier foi autor do gol de empate do Ceará contra o Santos na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)

Neste domingo, 27, houve, na Vila Belmiro, confronto de duas equipes da parte de cima da tabela do Brasileirão. Santos, em oitavo, e Ceará, em décimo, se enfrentaram pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os donos da casa abriram o placar aos dez minutos, com Marinho, mas o Vovô empatou aos 36, com Samuel Xavier. Assim, o placar acabou em um empate de 1 a 1.

O Peixe chegou a fazer um gol no final da partida, que traria a vitória para o clube paulista. Porém, no ato da finalização, Arthur Gomes tocou com o braço na bola e o tento foi anulado pelo árbitro, com auxílio do VAR.

Com a igualdade, o Ceará chegou a 36 pontos e se manteve como décimo colocado no Brasileirão. Já o Santos foi a 39 e também permaneceu na oitava posição do certame.

O próximo compromisso do Vovô será somente no dia 7 de janeiro, na Arena Castelão, às 19 horas, contra o Internacional-RS, pela 28ª rodada do Brasileirão. Já o Peixe visita o Boca Juniors-ARG no dia 6 de janeiro, às 19h15min, pela partida de ida da semifinal da Libertadores. 

O primeiro tempo de jogo teve muita intensidade por parte das duas equipes. O Santos começou o embate com mais energia, marcando forte a saída de bola do Ceará. Em um desses lances, Fernando Sobral acabou errando passe e deu a bola para Soteldo, que conduziu contra-ataque. O venezuelano avançou e tocou para Diego Pituca, que ajeitou para Marinho. O atacante do Santos, da entrada da área, chutou de primeira, no canto, para abrir o placar para o Peixe, aos dez minutos.

Os donos da casa permaneceram melhor na partida, criando as melhores chances de ataque. Contudo, com o avançar do tempo, o Vovô, de forma objetiva e pontual, também começou a agredir a defesa dos paulistas. Dessa forma, aos 36, veio o empate do Alvinegro de Porangabuçu. Bruno Pacheco cruzou da esquerda para Cléber, que cabeceou para o gol. O goleiro John fez grande defesa, mas, no rebote, Samuel Xavier colocou a bola para o fundo das redes.

Após a igualdade, o embate se tornou mais aberto, com as duas equipes buscando fazer gols. Assim, tanto Santos como Ceará tiveram oportunidades de marcar outra vez ainda no primeiro tempo, mas a igualdade se manteve no placar.

No segundo tempo, apesar da queda de ritmo, os times seguiram criando chances agudas para movimentar o placar. Contudo, a falta de pontaria e más tomadas de decisão nos momentos decisivos das jogadas impediram que houvesse mais tentos no embate.

O Peixe teve lances perigosos no fim da partida. Aos 35 minutos da etapa final, Marinho invadiu a área e finalizou, mas Fernando Prass fez grande defesa, à queima-roupa. No rebote, Tiago Pagnussat evitou que a bola entrasse no gol, tirando-a com a cabeça. Durante o movimento, o zagueiro do Vovô chocou a cabeça no travessão e precisou de atendimento médico.

Depois, aos 40, Marinho cobrou escanteio fechado. Arthur Gomes, no segundo pau, desviou para dentro do gol. Contudo, o árbitro, com auxílio do VAR, anulou o tento, pois a bola tocou no braço do atacante santista.

Dessa forma, Santos e Ceará terminaram o jogo com um empate por 1 a 1.