PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Noticia

Com novas falhas da defesa, Ceará é derrotado pelo Grêmio em Porto Alegre; assista aos gols

Sem poder de reação, Vovô tem atuação apagada no Sul e perde por 4 a 2 pelo Tricolor, pelo Campeonato Brasileiro

20:58 | 14/11/2020
Zagueiro Luiz Otávio marca atacante Diego Souza em lance do jogo Grêmio x Ceará, na Arena do Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro Série A (Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA)
Zagueiro Luiz Otávio marca atacante Diego Souza em lance do jogo Grêmio x Ceará, na Arena do Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro Série A (Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA)

Em noite de mau desempenho, o Ceará perdeu por 4 a 2 para o Grêmio-RS, neste sábado, 14, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, em confronto válido pela 21ª rodada da Série A.

Quatro gols do confronto foram marcados ainda na primeira etapa. Jean Pyerre, Pepê e Diego Souza balançaram as redes para os donos da casa, e o jovem Kelvyn descontou para o Alvinegro. No segundo tempo, Churín ampliou o placar, e Tiago Pagnussat deu números finais ao confronto.

Com o revés, o Vovô segue com 23 pontos no Brasileirão. O próximo compromisso será diante do Atlético-MG, no próximo domingo, 22, às 16 horas, na Arena Castelão, pela 22ª rodada.

Antes disso, porém, a equipe de Guto Ferreira volta a campo para enfrentar o Palmeiras-SP, quarta-feira, 18, a partir das 19 horas, também no Castelão, pelas quartas de final da Copa do Brasil. No duelo de ida, o Verdão venceu por 3 a 0. Por isso, o time cearense precisa vencer por quatro gols de diferença para avançar. Caso ganhe por três gols de vantagem, a decisão será nos pênaltis.

Grêmio domina e decide

Guto Ferreira escalou o Ceará com novidades pelos desfalques e para presevar algumas peças. Samuel Xavier, Ricardinho, Kelvyn, Mateus Gonçalves e Cléber apareceram entre os titulares. O rendimento da equipe, porém, deixou a desejar. Também com baixas e poupados, o Grêmio conseguiu controlar a partida e foi eficiente.

Aos quatro minutos, em uma das raras aparições do Alvinegro no campo de ataque, Cléber experimentou chute rasteiro de fora da área, mas a bola saiu sem força, e Vanderlei defendeu. Os donos da casa responderam no minuto seguinte, quando Diego Souza cruzou, e Jean Pyerre bateu de primeira por cima da meta.

Aos nove minutos, Diego Souza recebeu bom passe na ponta direita, limpou a marcação dentro da área e bateu, mas a defesa cearense travou. Aos 16, Jean Pyerre, o maestro gremista no duelo, bateu colocado de fora da área, e Fernando Prass espalmou.

Três minutos depois, no entanto, o arqueiro alvinegro não conseguiu evitar. O camisa 10 bateu falta com força da entrada da área e abriu o placar na Arena. Aos 25, o time gaúcho trocou passes no campo de ataque, e Victor Ferraz bateu forte cruzado, mas Prass espalmou.

Em contra-ataque do Ceará, Fernando Sobral avançou pela faixa central do campo e encontrou Fabinho na ponta direita. O volante carregou a bola e chutou na rede pelo lado de fora. Aos 28, Jean Pyerre cruzou, Diego Souza dominou dentro da área, girou e bateu de voleio, mas o camisa 1 do Vovô fez a defesa.

Dois minutos depois, Jean Pyerre fez jogada individual e serviu Luiz Fernando na entrada da área. O chute do atacante desviou na zaga alvinegra e quase traiu Prass, saindo para escanteio. Aos 32, em nova jogada com Jean e Luiz Fernando, o Grêmio roubou a bola na saída alvinegra, e Pepê aproveitou o cruzamento rasteiro para ampliar o placar.

Com a desvantagem no placar, o Ceará tentou adotar nova postura na partida e marcou o gol de honra. Aos 36, Cléber recebeu passe na entrada da área, fez o pivô e tocou para Kelvyn, que chutou da entrada da área, a bola desviou na zaga gaúcha e morreu nas redes de Vanderlei.

Na sequência, porém, o Tricolor cobrou lateral rápido, Luiz Fernando avançou pelo lado direito, deu chapéu em Fabinho, que não se entendeu com Bruno Pacheco para cortar a bola da área, e o camisa 33 tocou rasteiro para Diego Souza finalizar e marcar o terceiro gol.

Vovô não reage, e Tricolor amplia

Na volta para o segundo tempo, Charles entrou no posto de Ricardinho para tentar reforçar o sistema defensivo do Ceará. Mas a alteração não surtiu efeito, e o Grêmio continuou com o controle das ações e maior presença no campo de ataque.

Enquanto os donos da casa tentavam ampliar o placar em finalizações de Jean Pyerre e Luiz Fernando, por exemplo, Guto Ferreira mexia na equipe em busca de novo fôlego no ataque e uma reação na partida, mas sem sucesso. Wescley, Jacaré e Felipe Vizeu entraram, além do volante Pedro Naressi.

Renato Gaúcho também fazia mudanças para preservar alguns atletas. Em uma das alterações, o atacante argentino Churín entrou no lugar de Diego Souza. Logo no primeiro lance, o centroavante aproveitou cruzamento do lado esquerdo e subiu para cabecear firme, marcando o quarto gol.

Em contra-ataques, o Ceará tentava responder e diminuir a diferença. Aos 31 minutos, Jacaré fez jogada pelo lado esquerdo, invadiu a área e tocou rasteiro para Cléber, mas o camisa 89 finalizou mal. No minutos finais do confronto, Wescley cobrou escanteio, e Tiago Pagnussat subiu mais do que a defesa adversária para balançar as redes.

O Alvinegro ainda teve uma última oportunidade de mexer no placar: aos 48, Jacaré recebeu passe dentro da área, driblou David Braz e finalizou, mas viu Vanderlei crescer frente a frente e fazer a defesa.