PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Charles, do Ceará, se livra de gancho pesado e cumpre suspensão automática contra o Brusque

No duelo contra o Vitória pela Copa do Brasil, o meio-campista foi expulso pelo árbitro Paulo Roberto após se desentender com Léo Ceará

Lucas Mota
16:31 | 11/09/2020
Charles não enfrenta o Brusque pela Copa do Brasil (Foto: Julio Caesar/O POVO)
Charles não enfrenta o Brusque pela Copa do Brasil (Foto: Julio Caesar/O POVO)

O volante Charles foi julgado nesta sexta-feira, 11, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido à expulsão contra o Vitória, na Copa do Brasil e se livrou de gancho pesado. O jogador cumprirá apenas suspensão automática pelo cartão vermelho, de um jogo, e desfalca Ceará contra o Brusque, na partida da ida pela quarta fase da competição nacional.

No duelo da volta contra o Vitória, em Salvador, o meio-campista foi expulso pelo árbitro Paulo Roberto após se desentender com Léo Ceará. Na súmula, o juiz explicou que o cartão vermelho para o jogador do Alvinegro ocorreu por ele ter golpeado o rival no rosto.

Devido ao episódio, Charles foi denunciado por agressão física. Entretanto, a decisão no STJD interpretou a situação apenas como ato hostil. A punição máxima seria de 12 jogos, mas o volante cumprirá apenas a suspensão automática de uma partida pela expulsão.

O Ceará enfrenta o Brusque na próxima quarta-feira, 16, em Santa Catarina. O duelo da volta, no Castelão, está marcado para o dia 23 deste mês, uma semana depois do primeiro encontro.

Na mesma partida, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, ameaçou o meia Vinícius, do Ceará. O mandatário teve suspensão determinada pelo SJTD de 135 dias e multa no valor de R$ 21 mil. O dirigente pode recorrer.