PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Ceará registra superávit superior a R$ 5,7 milhões, o maior da história do clube

Vovô diminuiu relação entre receitas e despesas e evoluiu outras fontes de renda, como a venda de jogadores

Vinícius França
09:38 | 29/04/2020
Sede do Ceará em Porangabuçu
Sede do Ceará em Porangabuçu (Foto: Cearasc.com/Divulgação)

O Conselho Deliberativo do Ceará aprovou o balanço financeiro de 2019 em reunião por videoconferência nessa terça-feira, 28. O clube registrou o maior superávit de sua história, no valor de R$ 5.768.766,15, e diminuiu a relação entre receitas e despesas do ano de 2018 para a temporada passada.

O balanço apontou uma receita líquida de R$ 98.077.486,84, gerada a partir de vários ativos, como: cotas de tv, programa de relacionamento com o torcedor, arrecadação de bilheteria, venda e negociação de atletas, premiações, patrocínios e Timemania. Segundo texto publicado no site oficial do Ceará, a venda de atletas teve um aumento significativo, representando a segunda maior fonte de renda do clube no período.

O levantamento também apontou despesas de R$ 90.660.412,37, o que representa 92,43% das receitas totais. De acordo com o Vovô, os custos representaram cerca de 93% da receita operacional líquida em 2018, o que indica uma queda desse percentual de um ano para outro.

O superávit de mais de R$ 5,7 milhões foi usado pelo clube para investir “nas categorias de base, aquisição de direitos econômicos de atletas, na infraestrutura do clube e, principalmente, na redução de passivos existentes”, segundo texto publicado pela assessoria de imprensa do Vovô. O patrimônio líquido, que representa a diferença entre o a diferença entre o ativo (fontes de renda) e o passivo (dívidas e obrigações fiscais) de uma organização, também teve um aumento, chegando a R$ 6.584.462,41.